Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/24

Catarina Sarmento e Castro visitou as instalações do IRN

Ministra da Justiça anuncia na Marinha Grande contratação de 240 oficiais de registos e 50 conservadores

Pedro Tavares, Aurélio Ferreira, Catarina Sarmento e Castro e Filomena Rosa

 A ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro, visitou as instalações da Conservatória do Registo Civil, Predial, Comercial e Automóvel da Marinha Grande, na manhã desta terça-feira, 18 de julho, para conhecer o que considera ser “uma conservatória modelo”.

A visita contou também com a presença do presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande, Aurélio Ferreira; do secretário de Estado da Justiça, Pedro Tavares; e da presidente do Instituto de Registos e Notariado (IRN), Filomena Rosa.

A ministra da Justiça esclareceu que a sua deslocação pretendeu “assinalar uma das conservatórias que, no nosso País, tem melhores condições e pode ser considerada uma conservatória modelo, quer nos serviços que presta, quer nas instalações”.

Catarina Sarmento e Castro salientou ainda que, este ano, vão ser contratados 240 oficiais de registos e 50 conservadores, categorias para as quais não eram abertos concursos há 25 e 23 anos, respetivamente, com o propósito de “trazer um importante número de pessoas que nos vai ajudar a melhorar os serviços, para além das transformações digitais que ocorrem todos os dias” e que vão ser distribuídos pelos vários serviços do IRN a nível nacional.

O presidente da Câmara, Aurélio Ferreira, congratulou-se com a presença da ministra da Justiça e manifestou a disponibilidade do Município da Marinha Grande em continuar a trabalhar em parceria com a Administração Central, para garantir a prestação de serviços públicos de qualidade.

O espaço, localizado no Edifício Cristal Atrium, na Rua das Portas Verdes, n.º 2, Bloco B letra A, entrou em funcionamento no dia 16 de agosto de 2021, em instalações cedidas pelo Município da Marinha Grande, dispondo de maior comodidade, conforto e privacidade aos trabalhadores e aos cidadãos durante o atendimento.

   Fonte: GCI|CMMG

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.