Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/12

Imovendo concluiu que 47% considera injustas comissões pagas às imobiliárias

Comissões imobiliárias incomodam portugueses na compra e venda

83% dos inquiridos admite que valor das comissões tem um grande impacto no valor de venda do imóvel

Os portugueses não estão muito confortáveis com o pagamento de comissões que têm de pagar às agências imobiliárias sempre que a elas recorrem, revela a proptech Imovendo numa consulta que fez a 1.300 pessoas de 1 a 14 de agosto.

As principais conclusões do inquérito, revelam o seguinte:

  • 47% das pessoas que recorreram a uma imobiliária sentiram que o valor de comissão pago foi injusto;
  • 83% dos inquiridos admite que o valor das comissões tem um grande impacto no valor de venda do imóvel;
  • 31% dos proprietários considera justa uma comissão de 5%+IVA, mas confrontados com o valor em euros, apenas 20% considera justo para um imóvel de €400 nil euros em Lisboa e 21% para um imóvel de €250 mil euros no Porto;
  • Apenas 9,4% dos inquiridos concorda que os preços e os serviços deveriam manter-se pouco transparentes, como é o caso, no momento.

Sobre o que os portugueses sentem sobre a forma como o mercado imobiliário funciona, e o que proporiam mudar, eis o feedback de inquiridos que preferiram o anonimato:

  •  “Deveria ser uma comissão fixa, independentemente do valor do imóvel”.
  •  “As comissões são absurdas. Ganhar 5% sobre um ativo que não lhes pertence é usura”.
  •  “Valores demasiado inflacionados para prestações por vezes pouco profissionais”.
  •  “Comissão fixa independente do valor do imóvel e IVA de 6%”.
  •  “Funciona com percentagem sobre a venda. Creio que um valor fixo ajuda a estabilizar o mercado”.
  •  “Acho que a comissão deveria ser no máximo de 1% até €200.000 e de 2% a partir de €200.000”.
  •  “As imobiliárias fazem cada vez menos trabalho (com a internet e possibilidade de visitar propriedades só comunicando com o vendedor). Acho que uma percentagem mais baixa é justa, e que provavelmente imobiliárias não serão necessárias para a maioria de compras no futuro”.
  •  “Mantinha igual mas tornaria obrigatório que todas as vendas passassem por imobiliárias”.
  •  “Considero que uma comissão/honorários fixos seria a solução mais justa e equitativa”.
  •  “O peso da comissão imobiliária é demasiado para o tipo de serviço prestado na sua globalidade. Pensando num conceito de projeto imobiliário, não existe qualquer introdução de “material” que depois será vendido ao cliente. De igual modo o risco de investimento é muito baixo estando todo do lado do investidor, pois não existem custos fixos significativos para a imobiliária. Resumindo, no final do dia, os agentes nem são bem remunerados. Seguramente a mudança passaria por remunerar melhor os agentes e exigir a estes maior responsabilidade e conhecimento”.
  •  “As comissões imobiliárias acrescem substancialmente o valor do imóvel. Mudaria o valor das comissões”.
  •  “Sinto que há cartel entre as principais imobiliárias. Imporia uma comissão máxima de 3% + IVA nas comissões”.
  •  “Na minha opinião a comissão deveria refletir o real esforço para promover e vender o imóvel. Boa parte das agências pouco faz para justificar as elevadas comissões que recebe. Agrava a questão das comissões serem sujeitas a 23% de iva”.

     Sobre a Imovendo

A imovendo é uma consultora proptech que atua no ramo imobiliário e na sua mediação. Tem como principal objetivo utilizar o mundo digital e criar ou usar todas as ferramentas tecnológicas possíveis para garantir a máxima eficácia na venda dos imóveis, no competitivo mercado imobiliário atual, transformando os elevados ganhos de eficiência em poupança de milhares de euros para os proprietários.

    Fonte: Press Media

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.