Edição: 284

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/7/18

ESSLei é a única instituição de Portugal nesta rede mundial

Escola Superior de Saúde do Politécnico de Leiria é membro fundador da World Rehabilitation Aliance, uma rede da OMS

Rui Fonseca-Pinto (ao centro) a receber certificado de membro fundador, ladeado pelos coordenadores dos grupos de trabalho e por Alarcos Cieza, responsável na OMS pelas áreas da Audição, Visão e Reabilitação (Photo WHO/Pierre Albouy)

A Escola Superior de Saúde, do Instituto Politécnico de Leiria, está cada vez mais internacional. O estabelecimento de ensino é, desde 12 de julho, membro fundador da World Rehabilitation Aliance (WRA), uma rede de parceiros da Organização Mundial de Saúde (OMS), que é uma agência das Nações Unidas.

O lançamento formal da WRA aconteceu na sede da OMS, em Genebra, na Suíça, com a presença dos 82 membros fundadores, e tem como missão apoiar a implementação da iniciativa Reabilitação2030.

Esta iniciativa centra-se na promoção da reabilitação como um serviço de saúde essencial e que deve ser parte integrante da cobertura universal de saúde, alinhada com a garantia de vidas saudáveis e a promoção do bem-estar para todos, em todas as idades, que é um dos objetivos para o desenvolvimento sustentável.

Na base da WRA está a criação de uma rede de parceiros que contribuam para alertar para a necessidade do acesso à reabilitação (com realidades muito distintas em todo o Mundo) e que possam exercer influência junto de decisores no sentido de se definirem ações concretas de cuidados de reabilitação, entendendo-se este acesso como um direito e não como um cuidado de segunda linha a que só alguns podem ter acesso.

São cinco os grupos de trabalho criados dentro desta rede mundial: workforce, cuidados de saúde primários, emergência, investigação e relações externas e a Escola de Saúde integra duas dessas áreas que estão diretamente relacionadas com a sua atividade: o workforce e a investigação.

Durante a reunião, foram lançadas várias ferramentas, que a OMS e os seus parceiros para a área da reabilitação têm vindo a desenvolver, da qual se destaca o Pacote de Intervenções para a Reabilitação, conhecido como PIR, que é um recurso que descreve intervenções essenciais baseadas em evidências e informações relacionadas para facilitar o planeamento, o orçamento e a integração da reabilitação em todos os níveis de prestação de serviços nos sistemas de saúde.

  Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.