Edição: 283

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/6/25

Em reação a declarações do presidente da Federação Portuguesa de Golfe, Miguel Franco Sousa

Câmara de Óbidos recusa críticas do presidente da Federação de falta de apoio às provas de golfe

Paços do Concelho de Óbidos

Na sequência das declarações proferidas pelo presidente da Federação Portuguesa de Golfe (FPG), nas quais teceu considerações sobre os apoios à prova Open de Portugal, que se encontra a decorrer no Royal Óbidos até dia 17 de setembro, domingo, em que referiu “também por parte da Câmara Municipal de Óbidos, que parece que tem que entender que este é um evento muito importante para a promoção da região enquanto um destino de golfe de qualidade”, o executivo municipal esclarece que considera o Golfe como estratégico para o território e, por esse motivo, foi triplicado o montante de apoio às várias provas que decorrem nos magníficos campos de Óbidos.

Existe, por parte deste executivo, uma clara perceção da importância desta prova ao nível desportivo e económico no panorama nacional e, para esta mesma prova, adianta que “foi majorado o apoio em mais de 33 % face ao ano anterior, pelo que se evidencia a falta de verdade e a colocação em causa do bom nome da instituição Câmara Municipal de Óbidos. Entende este executivo que, havendo alguém a não cumprir com o acordado, não é a Câmara Municipal de Óbidos.

A Câmara Municipal de Óbidos recorda que “funciona sob regras de orçamentação e cabimentação de valores e não pode tomar decisões relativamente a verbas de apoio a provas em cima dos acontecimentos” e que “o apoio para 2023 foi reforçado dentro das possibilidades vislumbradas pelo executivo municipal e face à organização exemplar da prova em 2022.”

A edilidade presida por Filipe Daniel frisa que “é importante ter em consideração que a Câmara Municipal de Óbidos não apoia apenas eventos desportivos de golfe, sendo apoiadas diversas atividades culturais, sociais, recreativas e de outros desportos” e admite que “os apoios ao golfe, em Óbidos, têm custado ao atual executivo municipal fortes críticas por parte da oposição, mas, apesar disso, e reconhecendo o potencial desportivo e económico trazido para a região, esses apoios têm sido aumentados;

Assim, “Este executivo municipal não pode aceitar qualquer imputação de responsabilidade relativamente a quebras nos apoios quando em nada falhou relativamente àquilo a que se comprometeu e quando sempre se posicionou como parceiro na organização deste magnífico evento.”

 Fonte: GCD|CMO

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.