Edição: 282

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/5/25

Curso imersivo de Língua e Cultura Portuguesa destina-se a funcionários da China

Politécnico de Leiria promove formação para colaboradores do governo chinês

Representantes do Politécnico de Leiria com funcionários da Embaixada da China

O Instituto Politécnico de Leiria, através da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS), promove o curso imersivo de Língua e Cultura Portuguesa.

Esta formação irá decorrer ao longo do ano letivo 2023/2024 e destina-se a funcionários do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China.

Com este curso, pretende-se que os colaboradores do governo chinês desenvolvam competências linguísticas em português e um maior conhecimento da cultura lusófona.

A sessão inaugural do curso decorreu no dia 26 de setembro, e a cerimónia foi presidida pelo embaixador da República Popular da China em Portugal, Zhao Bentang, e contou com as intervenções de Carlos Rabadão, Presidente do Instituto Politécnico de Leiria, de Pedro Morouço, diretor da ESECS, e de Ricardo Vieira, presidente do Conselho Técnico-Científico da ESECS.

Esta ação é mais um importante marco no desenvolvimento da cooperação que tem vindo a ser estabelecida entre o Politécnico de Leiria e a China.

Recorde-se que há cerca de duas décadas, o Politécnico de Leiria deu início a uma estratégia ligada ao ensino da língua e da cultura portuguesa e chinesa, com o lançamento da licenciatura em Tradução e Interpretação Português-Chinês e Chinês-Português, realizada em associação com a Universidade Politécnica de Macau e em cooperação com a Universidade de Línguas e Culturas de Pequim.

“O Politécnico de Leiria pretende tornar-se não só uma entidade de referência para todos os que se interessam pela língua e cultura chinesas no espaço europeu, mas também assumir-se como um elemento promotor da difusão da língua e cultura portuguesa no Oriente”, referiu o Presidente do Politécnico de Leiria, Carlos Rabadão. “Atualmente, recebemos estudantes de oito universidades chinesas, que escolhem a nossa instituição para realizarem a aprendizagem do português”, enfatiza.

O Politécnico de Leiria destaca que o balanço da ligação com a China tem sido muito positivo e enriquecedor, resultado das boas relações institucionais com a Embaixada da China em Portugal, o que em muito contribui para o sucesso desta cooperação.

     Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.