Edição: 282

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/5/17

Evento realiza-se de 4 a 7 de outubro e põe em destaque ouro líquido de Portugal

Politécnico de Leiria participa no simpósio internacional dedicado ao olivoturismo

Azeitonas

Portugal irá acolher de 4 a 7 de outubro o simpósio internacional OLIVE4ALL. Vencedor europeu de um concurso na área do património intangível, OLIVE4ALL – Património Olivícola para o Desenvolvimento Sustentável é um projeto internacional que se reúne anualmente para discutir temas prementes do setor.

O evento tem uma particularidade que vale a pena destacar: a itinerância. Ao longo de quatro dias, diferentes regiões do país vão acolher e colocar em contacto investigadores europeus, instituições e empresas portuguesas, com o objetivo de fortalecer as redes de cooperação no âmbito do turismo ligado à olivicultura.

A sessão inaugural acontece na manhã do dia 4 de outubro no Politécnico de Tomar. À tarde, segue-se uma visita a Mouriscas, em Abrantes, onde os congressistas irão conhecer a SIFAMECA, a única empresa em Portugal que produz os capachos que ainda são usados nas prensas dos lagares tradicionais de azeite, e em seguida irão “prestar tributo” à oliveira do Mouchão, a mais antiga de Portugal, com 3360 anos!

Ao final da tarde, o simpósio segue para Azinhaga, na Golegã, terra natal de Saramago, em cuja fundação os congressistas irão conhecer o projeto interdisciplinar de educação patrimonial As 100 Oliveiras de Saramago: Educação patrimonial, património olivícola e turismo criativo, que está a ser desenvolvido por professores e alunos dos cursos da área de turismo da ESTM – Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar, do Politécnico de Leiria.

No dia 5 de outubro, o simpósio prossegue no Museu do Azeite da Bobadela, em Oliveira do Hospital, que é considerado um caso de sucesso de empreendedorismo no domínio do olivoturismo.

À tarde, os congressistas rumam à região do Douro, para conhecerem o projeto eno-olivoturístico da Quinta da Pacheca.

Dia 6, o simpósio começa em Mirandela, onde os participantes irão conhecer o MOA – Museu da Oliveira e do Azeite e a Quinta de Santo Amaro, e onde poderão partilhar impressões com os olivicultores representados na APPITAD – Associação dos Produtores em Proteção Integrada de Trás-os-Montes e Alto Douro.

No dia 7 de outubro haverá uma visita ao Museu do Côa para se ficar a conhecer o projeto turístico da Fundação Côa Parque, seguindo-se uma visita ao parque arqueológico e aos olivais com oliveiras centenárias e milenares. Após a sessão de encerramento, segue-se um almoço.

OLIVE4ALL resulta de um consórcio de investigadores franceses, portugueses e gregos. A coordenação nacional do projeto está a cargo de Francisco Dias, professor do Politécnico de Leiria e investigador do CITUR – Centro de Investigação, Desenvolvimento e Inovação em Turismo. Em Portugal, a rede de investigadores inclui elementos docentes dos politécnicos de Leiria, Tomar, Bragança, Porto e Beja, e das universidades de Coimbra e Madeira.

Vídeos produzidos no âmbito do protejo:

“The liquid gold – Olive heritage “
https://www.youtube.com/watch?v=UNcPFvP9rAI&t=4s

“The liquid gold – Olive tourism”
https://www.youtube.com/watch?v=LY1J5x2_f8g&t=47s

        Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.