Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/17

Estrutura Residencial de Apoio a Idosos irá passar de 64 para 80 utentes

Antigo Hospital Civil de Santo Agostinho inicia obras de requalificação em Ourém

Cerimónia da bênção das obras de requalificação

Na tarde de 12 de dezembro, foi assinalado simbolicamente o início das aguardadas obras de requalificação do antigo Hospital Civil de Santo Agostinho, com o propósito de expandir as instalações e aprimorar as condições nas várias respostas sociais atualmente levadas a cabo pela Fundação Dr. Agostinho Albano de Almeida. Este local, atualmente sede da Fundação, uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) sem fins lucrativos, tem um legado histórico que remonta ao seu fundador, Dr. Agostinho Albano de Almeida, e à sua benevolência.

A simbólica bênção da primeira pedra, realizada pelo Padre Jorge Guarda, Pároco de Nossa Senhora da Piedade, deu o mote para o tributo a um legado iniciado há precisamente 133 anos, a 12 de dezembro de 1890, quando se desvendou o testamento do benemérito Dr. Agostinho Albano de Almeida. A Fundação persiste em honrar e administrar este legado, que agora se materializa numa obra estimada em 4,5 milhões de euros, com um prazo de execução de 16 meses.

A Direção da Fundação recebeu nesta cerimónia o presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, acompanhado pelos vereadores Humberto Antunes, Micaela Durão e Isabel Costa, juntamente com o presidente da Junta de Freguesia de Nossa Senhora da Piedade, Luís Serras de Sousa.

O financiamento da obra foi possível através de uma candidatura bem sucedida por parte da Fundação ao Programa Pares 3.0, contribuindo com cerca de 2,4 milhões de euros. A Câmara Municipal de Ourém também se associa à requalificação através de um apoio direto de 250 mil euros, acrescido de um protocolo anterior de cerca de 600 mil euros, já em vigor e direcionado à Fundação. Deste montante, encontram-se disponíveis cerca de 460 mil euros para esta requalificação.

Antigo Hospital Civil de Santo Agostinho

Esta intervenção possibilitará expandir a capacidade da Estrutura Residencial de Apoio a Idosos de 64 para 80 utentes, do Centro de Dia de 5 para 10, e do Serviço de Apoio Domiciliário de 13 para 20 pessoas. O projeto visa melhorar significativamente as condições do Centro de Apoio a Idosos, promovendo o bem-estar dos utentes. Além disso, proporcionará a requalificação de um edifício centenário, conferindo-lhe uma utilização alinhada com a vontade do Fundador, Dr. Agostinho Albano de Almeida.

Luís Miguel Albuquerque, enalteceu o árduo trabalho da Direção da Fundação Dr. Agostinho Albano de Almeida, destacando “a realização de um anseio há muito aguardado, agora concretizado”. O edil sublinhou que esta é a 7ª requalificação/ampliação de edifícios no âmbito da ação social em curso no concelho, de um total de 11 previstas, representando um investimento global superior a 20 milhões de euros.

“Estes números refletem a vitalidade e a importância da rede social, assim como a ambição das instituições em aprimorar as suas instalações e em providenciar cuidados de excelência aos seus utentes”, concluiu.

      Fonte: HM|GIC|CMO

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.