Edição: 280

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/3/1

Projeto SOPHIA foi o grande vencedor do Orçamento Participativo

Politécnico de Leiria expande programa de envelhecimento ativo e combate ao isolamento a todo o concelho de Pombal

Sessão de atividade física

Intitula-se SOPHIA – Projeto Educativo de Combate à Fragilidade Sénior, assenta na intervenção na comunidade, com o intuito de promover um envelhecimento ativo e saudável, evitando e/ou atrasando a institucionalização e combatendo a solidão, e foi o grande vencedor do Orçamento Participativo de Pombal, com um valor de cerca de 97 mil euros, permitindo ao Instituto Politécnico de Leiria servir 1.000 idosos não institucionalizados, residentes nas 17 freguesias do concelho pombalense.

O projeto SOPHIA foi criado no âmbito do AGEING@LAB, um laboratório promotor de um envelhecimento ativo com a máxima de manter o idoso no seu domicílio durante o maior tempo possível, que assenta em dois eixos: Investigação, com o propósito de ser um marco inovador e diferenciador em estudos sobre o envelhecimento; Intervenção na comunidade, através do Centro Educativo Sénior de Pombal, onde são desenvolvidas atividades estímulo validadas cientificamente.

Iniciado em janeiro deste ano no Núcleo de Formação de Pombal do Politécnico de Leiria, num consórcio entre o Politécnico de Leiria, a ANGES – Associação Nacional de Gerontologia Social e o Município de Pombal, o AGEING@LAB surgiu com o objetivo de servir 30 idosos da freguesia de Pombal, contando atualmente com 130 participantes.

“O SOPHIA foi submetido ao Orçamento Participativo com o intuito de podermos alargar as atividades atualmente promovidas no AGEING@LAB, a todos os idosos residentes nas freguesias do concelho, que por incapacidade de transporte, dificuldades socioeconómicas, isolamento ou falta de apoio sociofamiliar, se vejam impossibilitados de frequentar as atividades realizadas na zona mais central da cidade”, explica Ricardo Pocinho, responsável pelo projeto.

O projeto visa o desenvolvimento de programas de educação contínua, aquisição de novas competências e atualização de conhecimentos, através de oficinas de saúde e bem-estar, de atividade física, de ciência das artes, de estímulo da mente, de línguas do mundo e/ou de literacia digital, conferindo um sentimento renovado de importância e propósito aos idosos, que se mantêm durante o maior tempo possível, e com qualidade de vida, no seu domicílio e junto à sua comunidade.

“No âmbito das atividades do AGEING@LAB, que decorrem ao longo de todo o dia no Núcleo de Formação de Pombal, temos também visitado algumas freguesias do concelho, e a adesão e o entusiasmo têm sido enormes. O que nos faz prever que, graças à implementação do SOPHIA e à expansão das atividades a todo o concelho, chegaremos a 1.000 idosos”, salienta o professor do Politécnico de Leiria, adiantando que a concretização do projeto permitirá ainda gerar empregabilidade, já que serão criados cinco novos postos de trabalho.

As atividades a serem desenvolvidas serão alvo de uma avaliação por parte do CICS.NOVA.IPLeiria – Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais, prevendo-se igualmente a envolvência de estudantes de mestrado das diferentes escolas do Politécnico de Leiria, para a realização de trabalhos de investigação.

Graças ao trabalho desenvolvido no Núcleo de Formação de Pombal, o AGEING@LAB foi distinguido na última semana com uma menção honrosa na categoria ‘VIDA+ Aprendizagem’, na 6.ª edição do Prémio de Boas Práticas de Envelhecimento Ativo e Saudável da Região Centro, promovido pela Comissão de Coordenação de Desenvolvimento Regional (CCDR Centro), em colaboração com os consórcios Ageingcoimbra e AgeINfuture.

O AGEING@LAB mereceu também já o reconhecimento por parte da AIUTA – Associação Internacional de Universidades da Terceira Idade, com a criação da AIUTA ACADEMY, liderada pelo consórcio entre o Politécnico de Leiria, a ANGES e o Município de Pombal até 2025, abrindo possibilidades de desenvolvimento académico na área da formação de quadros líderes de projetos educativos para seniores, considerando o envolvimento de mais de 10 milhões de utilizadores/estudantes em todo o mundo.

     Fonte: On It

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.