Edição: 280

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/3/1

Ourém

Centro Escolar de Atouguia foi formalmente inaugurado

Inauguração das obras de requalificação e ampliação

Esta quarta-feira, dia 3 de janeiro, viveu-se um dia de festa no Centro Escolar de Atouguia, com a inauguração formal desta estrutura educativa ao dispor de toda a comunidade oureense. O Centro Escolar de Atouguia resulta de um projeto de reconversão do Jardim Infantil existente e contemplou a construção de um novo edifício para instalação da Escola Básica do 1º Ciclo, disponibilizando um equipamento moderno, atualizado e devidamente enquadrado aos alunos do concelho de Ourém.

O Centro Escolar de Atouguia significou um investimento de sensivelmente 1 milhão e 150 mil euros e, além das mudanças estruturais, permitiu corrigir diversas patologias e melhorar a eficiência energética do estabelecimento de ensino. O novo edifício construído destina-se ao 1º Ciclo do Ensino Básico, com a instalação de 4 salas de aula, e contempla um refeitório, biblioteca e uma sala polivalente. A entrada principal do Centro Escolar de Atouguia ficou integrada num átrio interior que liga os espaços de ensino, estabelecendo uma relação próxima com o exterior e com as zonas de apoio comuns.

Após uma visita às novas instalações, deu-se início às intervenções oficiais com o Diretor do Agrupamento de Escolas Conde de Ourém, Diogo Alves, a fazer as honras da casa com a certeza de que “inaugurar um centro escolar é sinal de crescimento e de vitalidade e melhorar as condições de ensino é um investimento no futuro”. Prosseguiu com um agradecimento generalizado a todos os que contribuíram para a concretização deste projeto, realçando as novas condições da escola e o enquadramento perfeito com o contexto natural envolvente.

Intervenção de Isabel Damasceno

Seguidamente, a presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDR Centro), Isabel Damasceno, enalteceu a beleza e o enquadramento do Centro Escolar de Atouguia, com um “espaço exterior belíssimo que dá condições a quem o frequenta para estudar com tranquilidade de espírito e para construir cidadãos felizes”. Isabel Damasceno aproveitou também a oportunidade para salientar o dinamismo do concelho de Ourém, visível no crescente número de alunos e nos vários projetos que combatem a desertificação, o que, segundo a presidente da CCDR Centro, configura uma “marca do Município de Ourém”.

O presidente da Câmara Municipal de Ourém encerrou o momento dedicado às intervenções oficiais com um agradecimento a toda a comunidade educativa pela forma como ultrapassou os constrangimentos próprios das obras realizadas. Luís Miguel Albuquerque apresentou também um agradecimento à ARCA, associação local que cedeu os terrenos necessários para a construção do Centro Escolar e manifestou o seu regozijo pelo cumprimento dos prazos de conclusão do projeto, sublinhando que “este é um bom exemplo de como as obras públicas devem ser executadas”.

Exterior do Centro escolar de Atouguia

Segundo o presidente, “era um investimento que se impunha, porque a estrutura existente era claramente insuficiente”, embora existam ainda pequenas melhorias a realizar, nomeadamente ao nível do fornecimento de energia elétrica. O autarca aproveitou o momento para anunciar a futura construção de um novo centro escolar em Fátima, necessidade que se verifica pelo forte acréscimo de alunos no concelho e que comprova que o concelho de Ourém é atrativo e um bom local para viver.

A cerimónia de inauguração do Centro Escolar de Atouguia encerrou com um espetáculo musical protagonizado pelos alunos, momento que também contou com a presença dos vereadores Isabel Costa, Rui Vital, Micaela Durão e Humberto Antunes, do presidente de Junta de Freguesia de Atouguia, Luís de Oliveira, do presidente de Junta de Freguesia de Fátima, Humberto Silva e do secretário da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, Jorge Simões.

     Fonte: LC|GIC|CMO

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.