Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/17

Comissão Distrital de Proteção Civil de Santarém avisa a população

Descargas das barragens e afluentes da bacia hidrográfica do Tejo ultrapassaram os 2000m3/s

Barragem de Castelo do Bode

As descargas das barragens e afluentes da bacia hidrográfica do Tejo, geraram um aumento considerável dos níveis hidrométricos e caudais do rio Tejo e seus afluentes.

Mantendo-se a situação atual, e de acordo com a informação recebida da APA e EDP, prevê-se durante o dia de sábado, 20 de janeiro, um aumento dos caudais do rio Tejo a jusante do Almourol, refletindo as descargas que se fizeram sentir durante o final do dia de sexta-feira e madrugada de sábado.

Registaram-se descargas que ultrapassaram os 2000m3/s, registando-se um pico de 2600m3/s. Neste momento verifica-se um decréscimo acentuado dos caudais debitados, que se irão sentir a jusante do Almourol a partir da tarde de sábado.

No rio Sorraia verificou-se uma subida significativa dos caudais nesta sexta-feira, verificando-se neste momento uma descida das descargas da Barragem do Maranhão e do Açude do Furadouro. No entanto regista-se uma estabilização de altura hidrométrica, medida em Coruche.

De acordo com a informação dos Comandos Sub-Regionais da Lezíria do Tejo e Médio Tejo, que estão a monitorizar a situação, verifica-se neste momento os seguintes constrangimentos:

Município de Abrantes
Estrada de Tramagal para Santa Margarida;
Estrada de Campo;
Alvega – Zona Ribeirinha;

Município de Constância
Submersão de parte do parque de estacionamento de Constância junto ao Rio Zêzere;

Município de Vila Nova da Barquinha
Parque de estacionamento do Almourol;
Estrada Coutada – Tramagal
Caminho Agrícola do Campo entre a Quinta da Coutada e o Tramagal

Município de Coruche
Desvio da Ponte da Escusa
EM – estrada de Meias (E.N.114 – E.N.251)
CM – 1427 (EN 114-3 à EN119)
CM – H (EN 114-3 à EM 515 Biscainho)
Estrada (Margem Esquerda do Rio Sorraia)

Município de Golegã
CM 1 – Estrada de Vale de Zebro
CM 30 – Ponte do Cação

Município de Santarém
E.M. 1348 Vale de Figueira para Ribeira de Santarém – Condicionada
E.M. 587 acesso às Ómnias – condicionada

É espectável nas próximas horas, um aumento dos caudais do rio Tejo a jusante do Almourol, sendo previsível que se comece a sentir uma descida na zona da Lezíria do Tejo para o final da tarde de hoje, situação que já se começa a fazer sentir a montante do Almourol.

Neste sentido aconselha-se:

  • Retire, das zonas confinantes, normalmente inundáveis, equipamentos agrícolas, industriais, viaturas e outros bens;
  • Leve os animais para locais seguros, retirando os rebanhos que se encontram nas zonas que serão provavelmente inundáveis;
  • Não atravessar com viaturas ou a pé estradas ou zonas alagadas;
  • Manter-se informado através dos Órgãos de Comunicação Social ou dos Agentes de Proteção Civil, desenvolvendo as ações necessárias para a sua proteção, da família e bens.

Foi deliberado pela Comissão Distrital de Proteção Civil de Santarém a ativação do Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo pelas 20 horas do dia 19 de janeiro de 2024.

Os Comandos Sub-Regionais da Lezíria do Tejo e Médio Tejo, em articulação com a Agência Portuguesa do Ambiente, IP, EDP produção, Serviços Municipais de Proteção Civil e Agentes de Proteção Civil, continuarão a acompanhar a situação.

De acordo com o Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo serão emitidos comunicados sobre o evoluir da situação.

Para mais informações, consulte os sítios na internet da ANEPC (www.prociv.gov.pt),

Instituto Português do Mar e Atmosfera (www.meteo.pt)

APAmbiente (http://snirh.inag.pt/index.php?idMain=2&idItem=2)

    Fonte: CREPC|Santarém 

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.