Edição: 280

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/3/1

Santarém

BE critica Governo por não nomear Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde da Lezíria

Hospital Distrital de Santarém

Desde o início do ano que a Unidade Local de Saúde (ULS) da Lezíria entrou em funcionamento. Esta entidade agregou os serviços do Hospital Distrital de Santarém e os do Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria, integrando mais de 2300 profissionais da área da Saúde. Porém, o Governo ainda não nomeou o Conselho de Administração para a ULS Lezíria.

No atual momento, as urgências e restantes serviços hospitalares têm enfrentado um aumento de atividade onde os constrangimentos são severos e constantes. Esta situação tem impactos negativos em utentes e nos trabalhadores da Saúde. Aliás, os enfermeiros do Hospital Distrital de Santarém denunciaram recentemente o “caos” em que as urgências têm funcionado.

Segundo o Bloco de Esquerda, “é incompreensível que, quase um mês depois do início do funcionamento da ULS da Lezíria, o governo ainda não tenha nomeado um Conselho de Administração. Esta inação tem dificultado o trabalho aos profissionais da ULS e a quem procura cuidados de saúde, uma vez que há diversas decisões por tomar, pois o Conselho de Administração deveria integrar, pelo menos, um diretor-clínico da área hospitalar e um diretor-clínico dos cuidados de saúde primários, um enfermeiro-diretor e um responsável pela área financeira.

Mesmo que o governo do PS se tenha demitido e se encontre em gestão, não pode fugir às responsabilidades. O Bloco de Esquerda vai questionar o Ministério da Saúde sobre a demora na nomeação do Conselho de Administração da ULS da Lezíria, através do seu Grupo Parlamentar.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.