Edição: 280

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/3/1

A propósito dos 90 anos da revolta operária do 18 de janeiro

Mais de 50 trabalhadores vidreiros apoiam a CDU no Distrito de Leiria

Candidatos e militantes da CDU

Mais de 50 trabalhadores vidreiros assinam um manifesto em que declaram estar preocupados com os destinos seguidos pelo país com impacto nefasto na vida dos trabalhadores e do Povo e entendem que as eleições para a Assembleia da República, a 10 de Março dão uma oportunidade para decidir que não fica tudo na mesma ou pior.

“A 10 de março, somos nós quem decide com a eleição dos deputados. As sondagens não votam, quem as faz está ao serviço de certos grupos. O nosso voto vale mais que o voto dos patrões (nós somos mais), a questão está em garantir que não pomos o nosso voto no mesmo “saco” do patronato, o nosso voto tem que ser para nos defender e de poder contribuir para a alteração para melhor da vida dos portugueses que trabalham”, sublinham.

Além disso, “temos a consciência de que os trabalhadores não podem estar condenados às “ditas” contas certas (para eles) que desacertam a nossa vida, não podemos estar condenados a políticas de baixos salários de crescente empobrecimento a troco de trabalho em turnos sem fim. Sabemos que Portugal produz a riqueza que, melhor distribuída, melhoraria substancialmente a vida do Povo.”

“No momento em que assinalam os 90 anos do 18 de Janeiro, sabemos que o voto é também uma forma de luta, vamos honrar os que lutaram pela liberdade e a dignidade e reclamar a vida a que temos direito, assumindo o nosso apoio e voto na CDU”, concluem.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.