Edição: 280

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/3/1

Através do protocolo entre ULS Leiria e Santa Casa Misericórdia de Fátima-Ourém

Projeto Bata Branca assegura 150 horas semanais de médicos no concelho de Ourém

Micaela Durão, Luís Miguel Albuquerque, Licínio de Carvalho e Fernanda Rosa

Foi assinado esta sexta-feira, dia 2 de fevereiro, o protocolo tripartido de colaboração relativo ao programa Bata Branca que junta a Unidade Local de Saúde de Leiria, representado pelo Dr. Licínio Carvalho e a Santa Casa da Misericórdia de Fátima-Ourém, representada pela sua Provedora, Fernanda Rosa.

Este documento, já aprovado em Reunião da Câmara de 15 de janeiro, representa um acordo de cooperação entre as três entidades, com vista à prestação de cuidados de saúde à população da área territorial do Concelho de Ourém. O acordo agora firmado prevê a realização de consultas médicas prestadas por profissionais com vínculo à Santa Casa da Misericórdia Fátima – Ourém, aos utentes inscritos nas Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Ourém que não tenham médico de família atribuído.

A Santa Casa da Misericórdia de Fátima – Ourém assegurará, desta forma, as 100 horas semanais necessárias para colmatar as falhas nas consultas, até final do ano civil de 2024, conforme protocolo estabelecido com o Município de Ourém desde 1 de junho de 2023, às quais acrescem 50 horas semanais, a partir de 1 de fevereiro até 31 de dezembro de 2024, totalizando 150 horas semanais e assegurando médicos em todas as extensões de saúde do concelho.

O acordo prevê um esforço conjunto da ULS da Região de Leiria, que disponibiliza uma comparticipação no valor de 27 €/hora, e do Município de Ourém que apoia com um complemento até 15 €/hora. Atualmente, são 9 os profissionais de saúde a trabalhar nas várias extensões de saúde do concelho, ao abrigo do programa Bata Branca.

     Fonte: GC|CMO

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.