Edição: 280

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/3/1

Suspeito terá agido por razões passionais

Polícia Judiciária detém sequestrador na Lourinhã

Um homem de 42 anos foi detido pela Polícia Judiciária, na terça-feira, 30 de janeiro, pela alegada prática dos crimes de sequestro, tentativa de homicídio, roubo, incêndio, burla, dano qualificado e posse de arma branca, vitimando uma pessoa com quem mantinha uma relação de amizade.

No dia 29 de janeiro, o arguido manteve a vítima amordaçada e amarrada durante seis horas, agredindo-a fisicamente, tendo vindo a provocar-lhe uma lesão profunda numa das mãos, quando tentava atingir-lhe uma zona vital com uma faca. Fugiu depois na viatura da própria vítima, após apropriar-se de alguns pertences e de ter ateado fogo ao interior da habitação. Com o arguido em fuga, a vítima, conseguiu libertar-se e alertou a GNR da Lourinhã, que por sua vez, chamou ao local a Polícia Judiciária.

Ao que tudo indica, os crimes terão sido motivados por razões amorosas.

O arguido veio a ser detido, em menos de 24 horas, na sequência da ativação do serviço de prevenção da Unidade Nacional Contra Terrorismo (UNCT) desta Polícia, encontrando-se em prisão preventiva.

    Fonte: GIC|PJ

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.