Edição: 282

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/5/22

Telmo Faria, Hugo Oliveira, Sofia Carreira, João Antunes dos Santos, Ricardo Carvalho e Liliana Sousa são os candidatos em lugares elegíveis

Convenção da AD de Leiria acusa Governo PS de não dar resposta a nenhum setor profissional

Convenção da Aliança Democrática em Leiria

A coligação Aliança Democrática (AD) organizou no sábado, 10 de fevereiro, em Leiria, a Convenção da AD/Leiria que culminou na apresentação da lista de candidatos da AD pelo círculo eleitoral do distrito. Evento marcou o arranque do período da pré-campanha para as eleições legislativas de 10 de março e contou com a presença de Paulo Rangel (vice-presidente do PSD) e de Paulo Núncio (vice-presidente do CDS-PP) e várias intervenções de especialistas de diversas áreas como a segurança, a saúde, a agricultura, proteção civil ou a juventude, entre outras.

Nesta tarde, foi também apresentada a lista de candidatos da Aliança Democrática pelo círculo eleitoral que Leiria, que tem como cabeça de lista Telmo Faria, que apontou várias críticas à governação socialista sublinhando que “não há um setor em Portugal que esteja contente com a governação do país” acusando o PS de “estar a cortar o país ao meio”, numa alusão à narrativa socialista de rejeição de entendimentos com o setor privado para colmatar falhas graves do Estado, nomeadamente na Saúde e Educação.

Hugo Oliveira, presidente do PSD Distrital de Leiria, reiterou ainda que a lista de candidatos apresentada pela AD em Leiria é constituída por “pessoas que estão comprometidas em serem as vozes autênticas e incansáveis de Leiria no Parlamento.”

Lista de candidatos da Coligação Aliança Democrática pelo círculo eleitoral de Leiria.

1.° Telmo Faria – Óbidos
2.° Hugo Oliveira – Caldas da Rainha
3.° Sofia Carreira – Leiria
4.° João Antunes dos Santos – Pombal
5.° Ricardo Carvalho – Leiria
6.° Liliana Sousa – Alcobaça
7.° Célia Freire – Ansião
8.° Graciano Dias – Nazaré
9.° João Cerejo dos Santos – Porto de Mós
10.°Cristina Leitão – Peniche
11.° André Sousa – Batalha
12.° Ana Ferreira – Pedrógão Grande
13.° Carlos Caetano – Marinha Grande
14.° Selma Santos – Bombarral
15.°Matilde Oliveira – Alcobaça

Eixos programáticos da AD/Leiria

Eixo 1. Ecossistema. Salvar a Vida no Planeta Terra

Telmo Faria

Despoluição do Mar, Lagoas, Rios e Ribeiras
Transição Energética. Energia Verde.
Promover e defender a qualidade do ar nas cidades, vilas e aldeias
Florestas. Prevenção de Incêndios, evitando desastres ecológicos e graves prejuízos ambientais
Apoiar os Bombeiros e as Suas Corporações, potenciando a sua capacidade técnica e humana de intervenção nos diversos teatros de operação e prestação de serviços solidários.
Proteção e respeito pela Orla Marítima
Água. Boas práticas de poupança na Habitação, Empresas e na Exploração Agropecuária.
Avaliação Ambiental Estratégica, com publicação mensal de indicadores
Criar a figura do Provedor do Ambiente e Vida no Planeta Terra.

Eixo 2. Habitação, Urbanismo e Ordenamento do Território.

Fazer cumprir o direito à habitação consignado na CRP. Art.º n.º 65. Uma casa para todos.
Respeitar a legislação, normas e o estado da arte do ordenamento do território.
Contratos de arrendamento tendo como fiadores as autarquias com pagamento de uma taxa de 5% pelos senhorios e isenção de IMI, durante a vigência do contrato.
Jardins e Parques, Boas Práticas Ecológicas. Manutenção, Preservação e Novos Parques e Jardins
Cidades Atrativas, Acolhedoras, Verdes e Saudáveis
Mobilidade Sustentável. Rede de transportes, alimentados através de energia verde, em detrimento dos combustíveis fósseis.
Promover e disponibilizar uma rede de transportes nas Cidades, Vilas e Freguesias, a baixo custo ou gratuito, reduzindo ao mínimo o uso automóvel particular em deslocações de longo curso (mais de 50Km).

Eixo 3. Saúde, Sustentabilidade e Direito à Acessibilidade, Clinicamente Aceitável.

Edificar o Hospital Oeste Norte + SAP, Centro Integrado de Cuidados de Saúde nas Caldas da Rainha, necessidade imperiosa e incontornável. Equidade Social e Justiça Regional Distrital.
Hospitais e USF. Aplicar modelo de governação Moderno, Inteligente, Humano e Sustentável.
Serviços de Emergência. Equipas dedicadas de médicos Internistas e/ou Intensivistas.
Instalação de SAP (Serviços de Atendimento Permanente, das 8 às 24 horas) acoplados, no “Campus Hospitalar” nos   Hospitais com mais de 250 camas para atender e resolver episódios de doença urgente, que do ponto de vista das Pessoas/ Doentes são urgentes, mas não o são do ponto vista Hospitalar. Distinguindo Emergência (Hospital) de Urgência (SAP).
Os médicos dos SAP teriam como recurso o suporte dos MCDT básicos do Hospital, na hora, para o esclarecimento e decisão com apoio tecnológico ao diagnóstico e tratamento do episódio de doença, em análise e avaliação.
Médicos de Família/ Medico Assistente para todos a partir do 2º semestre de 2024. Parcerias e protocolos com os Setores Privado e Social.
Cumprir o artigo n-º 63 da CRP, direito à proteção da saúde e o dever de a defender e promover.
Para garantir o acesso aos cuidados de saúde defendemos a fixação dos seguintes máximos de acesso: Clinica Geral, 24 horas; Consulta Externa Hospitalar, 90 dias; MCDT, 15 dias; Intervenção Cirúrgica, 180 dias.
Para além destes prazos máximos, há injustiça social e sanitária grave e a perda do direito inalienável à saúde. E ainda, risco elevado de graves danos na saúde das Pessoas, dores, desconforto e o agravamento das despesas com o tratamento e reabilitação dos episódios de doença, em caso diagnóstico não precoce, e até perda de vidas.
USF. Instalações e Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT) básicos e profissionais técnicos, a tempo completo ou part-time, de forma a permitir, potenciar e garantir a qualidade, a segurança e fiabilidade do diagnostico dos Doentes.
Reformar o SNS e potenciar as vantagens das parecerias público-privadas.
Apoiar e promover Associações Promotoras de Saúde e Bem-estar Humano e Social.

Eixo 4.  Desenvolvimento Económico Sustentável, Economia Circular e o Emprego

Atrair e facilitar o investimento externo, criador de emprego e índice elevado na criação de valor e riqueza
Facilitar a dinâmica do investimento interno, criador de emprego e potencial elevado de enriquecimento da cadeia de valor
Apoiar empresas criadoras de riqueza e exportadoras.
Fazer do Distrito de Leiria o Centro Tecnológico da Região Centro, atraindo nómadas digitais e ou outros profissionais e Skill elevado, em ferramentas e saber, parcerias entre Universidades, Politécnicos e Empresas.
Apoiar as empresas, comércios e artesanato locais
Promover e apoiar a sustentabilidade e respeito pelas normas agro-sanitárias das explorações agrícolas familiares e locais
Regular e fiscalizar a aplicação das normas e diretivas agro-sanitárias de todos as explorações agrícolas
Controlar e fiscalizar a qualidade da importação de produtos agropecuários e as suas condições higio- sanitárias de produção
Desenvolver e potenciar o nosso território como alavanca de atração turística
Economia Verde. Recurso as energias renováveis e poupança de água
Economia Azul. Explorar de forma ajustada e respeitadora do ecossistema oceânico os recursos necessários à sobrevivência animal e vegetal para uma Vida na Terra Saudável e Alegre e Prazerosa.
Isentar do pagamento de IRC, pequenas empresas até 10 trabalhadores nos primeiros 3 anos de exercício.

Eixo 5.  Igualdade, Educação, Cultura, Saúde Mental e Completo Bem-estar

Aplicar nas Escolas o melhor estado da arte educativa e formativa para que o resultado do ensino aprendizagem seja Cidadãos e Profissionais com capacidades e ferramentas para garantir o nosso futuro económico e social. E que este se traduza em mais e melhor qualidade de vida e bem-estar para todos os portugueses, em solidariedade intergeracional.
Frequência do Ensino Superior articulada por parcerias entre Empresas e Escolas, de forma a formar indivíduos competentes e integrados no mundo laboral, e assim facilitar a realização pessoal, profissional e social dos formandos.
Escolas, tendo como objeto a formação de Pessoas Livres, Corajosas, com Capacidade de Amar e Sentido de Humor. E, assim sendo, preparadas para alcançar um índice elevado de “Felicidade Interna Bruta”

Eixo 6.  Cidadania, Transparência e à Combate à Corrupção

Produzir Legislação Rigorosa e altamente dissuasora e obstáculo aos caminhos da sua prática.
Respeitar o Tribunal de Contas como fiscal dos negócios públicos.
Potenciar a Policia Judiciária com recursos humanos e tecnológicos para o efetivo e eficaz combate à corrupção deste da sua génese e não passados anos e anos.
Promover e apoiar Associações Cívicas que desenvolvam a consciência social e a cidadania ativa, capazes de denunciar a corrupção, prevenindo a sua génese e consequente poupança de Milhões e Milhões de Euros, que ficam a faltar para promover o bem-estar e qualidade de vida dos nossos concidadãos.
Criar a figura do Provedor do Cidadão, da Atitude Cívica e Transparência.
Praticar e apoiar todas as praticas democráticas de movimentos e/ou partidos que respeitem a Constituição Portuguesa, os Seus Valores e Seus Princípios.

Eixo 7. Solidariedade Social, Valores Humanos e Respeito pela CRP

Instalar em cada freguesia do distrito um novo lar (ERPI) com 30 camas e creche associada.
A sua governação ficaria a cargo da Economia Social e suportada com financiamento da Segurança Social.
Apoiar as famílias com problemas socias graves relativos a crianças e adultos com limitações, exigências e necessidades especiais.
Combate ao Idadismo e o respeito pelos imigrantes, refugiados, minorias e de todo o tipo de discriminação social e ofensa à dignidade humana.
Reforçar e motivar o apoio dos familiares das pessoas internadas em ERPI, para se constituírem parceiros e cúmplices efetivos do bem-estar e felicidade.
Apoiar todas as Instituições de Educação, Solidariedade Social e Promotoras de Bem- Social e da Qualidade de Vida e da Dignidade Humana.
Respeitar a Dignidade Humana de todos e cada uma das Pessoas, habitantes em Portugal, imigrantes sazonais e visitantes e turistas.

Coligação ALTERNATIVA 21
Leiria, 3 de fevereiro de 2024

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.