Edição: 281

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/4/20

No distrito de Santarém diferença reduz-se para 13%

Valor das casas à venda no distrito de Leiria é 39% superior ao valor procurado

Centro de Leiria

O Imovirtual, portal imobiliário de referência, divulgou esta quarta-feira, 14 de fevereiro, um novo estudo focado na comparação entre a procura vs a oferta, ao longo dos últimos três meses – novembro, dezembro e janeiro. O portal imobiliário analisou a diferença entre os valores das casas anunciados e comparou-os com o valor que as pessoas estão a procurar no portal.

Relativamente à venda de habitações, comprar uma casa está 68% mais caro do que o valor procurado. Nos últimos três meses, a nível nacional, comprar uma habitação custa em média 322 450€, sendo que as pessoas pesquisam por casas no valor médio de 192 500€.

Faro (50%), Viseu (38%), Aveiro (40%) e Leiria (39%) são os distritos com maior discrepância entre os preços anunciados no mercado e os valores procurados pelos utilizadores e são, atualmente, a principal razão para que exista uma diferença nacional tão grande entre a procura e a oferta. Em Faro procuram por 260 000€ e custam, em média, 390 000€, em Aveiro procuram por 200 000€ e a oferta está em 279 000€ e em Leiria, procuram por 180 000€ e na realidade custa, em média, 250 000€.

Enquanto Bragança (5%), Castelo Branco (10%), Santarém (13%), e Évora (15%) são os distritos em que valores entre a oferta e procura estão mais reduzidos. Comprar uma casa em Bragança custa, em média, 115 000€ e os utilizadores procuraram por valores muito semelhantes: 110 000€. Em Castelo Branco está a ser anunciado, em média, por 110 000€ e as pessoas procuram por 100 000€, em Santarém a oferta ronda, em média, os 170 000€ e a procura está nos 150 000€. Em Évora acontece o mesmo, comprar custa, em média, 160 850€ e os utilizadores procuram por 140 000€.

Já a Guarda (-15%), Beja (-15%) e Portalegre (-4%) são os únicos distritos em que os preços médios da procura são superiores aos da oferta. Os utilizadores procuram, na Guarda, por 100 000€ e está a ser anunciado, em média, por 85 000€, em Beja procuram por 120 000€ e a oferta ronda os 102 000€. Em Portalegre acontece o mesmo, o preço médio que procuram ronda os 80 000€ e a oferta anda em torno dos 77 000€.

Quanto às ilhas, existem as duas realidades: nos Açores (-15%), os valores de procura são superiores aos da oferta, no qual os utilizadores procuram, em média, por casas a custar cerca de 200 000€, e estão a ser anunciadas, em média, por 169 880€. Em contrapartida, na Madeira, acontece o oposto – o preço médio das casas está em torno dos 385 000€ e as pessoas procuram por 250 000€, o que representa uma diferença de 54%.

Relativamente ao número de pesquisas por região, tirando Lisboa e Porto – que são o top 2, verificou-se uma maior pesquisa pelos seguintes distritos: Setúbal, Braga e Aveiro.

 

Distrito Preço procurado Preço anunciado  

Diferença

 

Leiria 180.000 250.000 39%

 

Santarém 150.000 170.000 13%

 

Coimbra 150.000 196.000 31%

 

Lisboa 290.000 385.000 33%

 

Porto 225.000 300.000 33%

 

Total do país 192.500 322.450  68%

 

 

Sobre o Imovirtual:

O Imovirtual é o portal imobiliário líder, em Portugal, fundado em 2011, com mais de 6 milhões de visitas mensais e mais de 300.000 imóveis anunciados. Faz parte do Grupo OLX e ganhou pelo décimo ano consecutivo, o Prémio Escolha do Consumidor e pelo nono ano consecutivo, o Prémio Cinco Estrelas na categoria Comércio Imobiliário Online.

Sobre o Grupo OLX:

O OLX Group Portugal foi fundado em 2007 e é especialista no desenvolvimento de plataformas online locais de fácil utilização para compra e venda de produtos e serviços na Internet. A empresa é detentora dos reconhecidos portais Standvirtual, Imovirtual e OLX.

 

         Fonte: Bloomcast

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.