Edição: 282

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/5/24

Leiria

GNR deteta descarga ilegal de efluentes domésticos para o rio Lis

Descarga detetada pela GNR no rio Lis

O Comando Territorial de Leiria da GNR, através do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) de Leiria, no dia 21 de abril, detetou uma descarga ilegal de efluentes domésticos para o rio Lis, no concelho de Leiria.

No seguimento de denúncias de populares a dar conta de uma descarga de efluentes domésticos diretamente para o Rio Lis, os elementos do SEPNA deslocaram-se para o local. No seguimento da ação, foi possível constatar, junto ao circuito Polis da cidade de Leiria, a existência de uma descarga de efluentes domésticos diretamente para o rio Lis, sem que fossem sujeitos a qualquer tratamento prévio.

No seguimento das diligências policiais, foi possível apurar que a origem da descarga resultou da obstrução de uma conduta de saneamento básico e, devido à presença de tintas/diluentes, nos efluentes domésticos (sendo que as tintas, diluentes e óleos são altamente contaminantes e poluentes para os recursos hídricos e natureza), foi acionada a intervenção dos serviços municipais de Leiria, os quais procederam à desobstrução da conduta entupida e permitiu que o saneamento básico seguisse o seu percurso para prévio tratamento dos efluentes domésticos.

Da ação resultou a elaboração de um auto de contraordenação por descarga de forma direta ou indireta em recurso hídrico (Rio Lis) de substância líquida potencialmente poluente, remetida à Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

A Guarda Nacional Republicana, consciente da importância dos recursos hídricos na qualidade de vida das populações, encontra-se fortemente empenhada no sentido de sensibilizar e zelar pelo cumprimento das disposições legais e regulamentares referentes à conservação e proteção da natureza e do ambiente. A Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) com um funcionamento permanente, constituiu-se como uma ferramenta de sucesso ao serviço do cidadão, quer na denúncia das infrações ambientais ou no esclarecimento de dúvidas ambientais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.