Edição: 283

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/6/14

Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais

Ministra da Administração Interna presidiu em Ourém à apresentação do DECIR 24

Margarida Blasco, no interior de uma das viaturas de apoio ao combate a incêndios rurais

Decorreu na manhã da terça-feira, dia 14 de maio, em Ourém, a cerimónia de apresentação do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) 2024, presidida pela ministra da Administração Interna, Margarida Blasco.

Promovida pela Autoridade Nacional e Emergência e Proteção Civil em coordenação com as demais entidades participantes, a iniciativa contemplou uma exposição estática de viaturas operacionais da ANEPC e dos Agentes de Proteção Civil, bem como uma formatura de meios humanos pertencentes aos Corpos de Bombeiros, Força Especial de Proteção Civil, Unidade de Emergência de Proteção e Socorro da GNR e Força de Sapadores de Bombeiros Florestais do ICNF, envolvidos na operação em causa.

A cerimónia, onde o Executivo Municipal marcou presença, decorreu no Teatro Municipal de Ourém e para além das presenças do secretário de Estado da Proteção Civil, Paulo Simões Ribeiro, do presidente da Assembleia Municipal de Ourém e secretário de Estado da Agricultura, João Moura e de altos dignitários das mais diversas Entidades que integram o sistema nacional de proteção civil, contou com as intervenções de Duarte Costa, presidente da ANEPC, Luís Miguel Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Ourém e da ministra da Administração Interna, Margarida Blasco.

O presidente da Câmara Municipal de Ourém dedicou grande parte da sua intervenção ao reconhecimento e valorização do trabalho dos bombeiros voluntários, destacando a sua coragem, dedicação e sacrifício em prol da segurança da comunidade. Paralelamente, reforçou a contínua necessidade de apoio e investimento nas corporações de bombeiros para garantir melhores condições de trabalho e resposta a situações de emergência, bem como a importância da prevenção e da cooperação entre entidades para enfrentar desafios como os incêndios florestais.

Individualidades presentes na apresentação do DECIR 2024

Luís Miguel Albuquerque fez uma breve caraterização do Concelho de Ourém, definindo duas realidades. A Zona Sul, descrita como mais urbana, influenciada pelo turismo, comércio e indústria, especialmente devido às peregrinações a Fátima e a Zona Norte, marcada por uma maior ruralidade, com minifúndios que sustentam muitas famílias locais, mas também com propriedades abandonadas devido à emigração e à desvalorização dos recursos locais. Essa divisão geográfica reflete diferentes realidades e desafios a serem enfrentados em cada região.

Fez ainda referência, no Concelho de Ourém, a um cenário anual de incêndios descrito como desafiador e preocupante. Ano após ano, ocorrem dezenas de ignições, resultando em incêndios com consequências nefastas para a região. Nos últimos dois anos, mais de 160 ignições foram registadas, levando à queima de cerca de 6200 hectares de terra, o que representa aproximadamente 15% da área total do concelho.

O autarca destacou que a maioria das ignições são consideradas intencionais, chegando a cerca de 65% dos casos em Ourém, enquanto a média nacional é de 29%. Esses números alarmantes evidenciam a necessidade de reforçar as medidas de prevenção e vigilância para garantir a segurança de todos no território, especialmente durante períodos climatéricos desfavoráveis.

Terminou fazendo referência às três corporações de Bombeiros (Ourém, Caxarias e Fátima) e às duas secções destacadas (Freixianda e Espite), totalizando mais de 300 voluntários apoiados por 13 veículos florestais de combate e 7 veículos tanque. Esses números representam cerca de 33% dos bombeiros da sub-região e mais de 1% dos bombeiros a nível nacional.

Em média, em 2022, havia 1 bombeiro para cada 156 habitantes em Ourém, enquanto a nível nacional a média era de 1 bombeiro para cada 338 habitantes. Além disso, o concelho conta com 6 equipas de combate a incêndios e 7 equipas de intervenção permanente, totalizando 71 elementos destacados em permanência.

Esses dados refletem a importância atribuída pelo Município de Ourém à proteção civil e às corporações de bombeiros, destacando-se a preocupação em garantir meios operacionais adequados para responder eficazmente a situações de emergência. Ainda nesse âmbito, Luís Miguel Albuquerque reforçou o apoio camarário à construção do novo quartel de Bombeiros de Fátima, num protocolo a celebrar com Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Fátima que prevê um apoio de até 2 milhões de euros, que corresponde a metade do investimento total necessário.

Ainda durante a cerimónia foi apresentando o DECIR 2024 que, através da diretiva operacional nacional prevê que este ano, ao longo das várias fases de empenhamento de meios, haja a mobilização total de um dispositivo de 14.155 elementos (mais 264 relativamente ao ano passado) assim como 3173 viaturas (mais 183 relativamente a 2023). No que ao dispositivo aéreo diz respeito, o DECIR 2024 define um efetivo de 70 meios à disposição.

Após as intervenções e a presentação do DECIR 2024 pelo Comandante Nacional, a Ministra da Administração Interna teve ainda oportunidade de entregar as 10 primeiras chaves de um total de 81 Veículos Tanque Táticos Florestais, adquiridos ao abrigo do programa MAIS FLORESTA – Reforma do Sistema de Prevenção e Combate de Incêndios, do PRR, através da medida “Reforço das Entidades do Ministério da Administração Interna, com veículos e equipamentos operacionais”, num investimento de 14 milhões.

Margarida Blasco fez ainda  uma visita à exposição estática de meios e recursos empregues pelos diversos Agentes de Proteção Civil, no âmbito do DECIR, na companhia do Presidente da Câmara Municipal, do presidente da Assembleia Municipal de Ourém e Secretário de Estado da Agricultura, João Moura e do presidente da Presidente da ANEPC, Duarte Costa.

     Fonte: JO|GIC|CMO

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.