Edição: 283

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/6/14

Através da Brigada de Investigação Criminal da Esquadra de Peniche

Ação da PSP culmina em Peniche e Caldas da Rainha com a condução de dois indivíduos a estabelecimento prisional

O Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública de Leiria, através da Brigada de Investigação Criminal da Esquadra de Peniche, deu cumprimento a um mandado emitido no âmbito de um processo relativo ao crime de violência doméstica, promovendo a detenção de um homem de 38 anos, naquela cidade. O visado já havia sido condenado em mais de 2 anos de prisão, sendo a referida pena suspensa na sua execução, desde que cumpridos determinados requisitos.

Já após o trânsito em julgado, o homem voltou a ameaçar de morte a vítima, tendo também violado a medida de aproximação desta, que era controlada com recurso a dispositivos eletrónicos.

Após apresentação a primeiro interrogatório judicial foi-lhe decretada a medida de coação de prisão preventiva.

De realçar que foi ainda intercetado 1 outro cidadão sob qual pendia mandado de detenção para cumprimento de pena de prisão efetiva no âmbito de processo por resistência e coação sobre funcionário, por ofensas à integridade física e ameaças a agente de autoridade. Na senda da habitual pesquisa de notícias e após um rápido trabalho de recolha de informações foi possível perceber que se encontrava, em Caldas da Rainha, um homem de 26 anos com mandado, pendente, emitido pelo Tribunal da Amadora.

Neste sentido, foi adotado um dispositivo policial que permitiu intercetá-lo e, posteriormente, encaminhá-lo para o estabelecimento prisional.

De realçar que o mesmo é conhecido da polícia, tem antecedentes criminais e já cumpriu pena de prisão.

Deste modo, a PSP considera que com a proatividade evidenciada e rápida intervenção o Comando Distrital de Leiria demonstra dificultar a atividade criminosa de quem se dedica às mais diversas tipologias criminais, reforçando a tranquilidade pública da comunidade residente e dos comerciantes da região.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.