Edição: 283

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/6/14

Distrital e Concelhia de Leiria emitem comunicado conjunto

PSD critica presidente da Câmara de Leiria por só reivindicar investimento público ao novo governo

Estação ferroviária de Leiria

Na cerimónia comemorativa do dia do Município, o presidente da Câmara, Gonçalo Lopes, acusou o Poder Central de marginalizar Leiria na distribuição do investimento público.

A Comissão Política Distrital de Leiria do PSD e a Comissão Política de Secção de Leiria do PSD reconhecem que não é a primeira vez que o faz, mas registam que a sua preocupação e reivindicação a pouco mais de um mês de ter cessado funções um governo liderado pelo Partido Socialista é, “tanto clara como injusta”, considerando que o anterior Governo “ao longo de mais de nove anos de governação menosprezou o Concelho e o Distrito de Leiria.”

Nos últimos nove anos, governados pelo Partido Socialista, o PSD considera que, “quer enquanto vice-presidente quer como presidente da Câmara Municipal de Leiria, não teve o Dr. Gonçalo Lopes capacidade de intervenção e de influência para que investimentos públicos de que Leiria há muito carece fossem concretizados.”

A despoluição da bacia hidrográfica do Rio Lis, a modernização da linha do Oeste, a ampliação do Hospital de Santo André, o reforço de serviços médicos hospitalares e nas unidades de saúde que impeça o constante encerramento no atendimento e que milhares de Leirienses continuem sem médico de família, a melhoria nas acessibilidades inter-concelhias, de que a EN 242 – Estrada da Marinha Grande é o exemplo mais gritante, consideram.

Também “a construção de um novo palácio da justiça / “cidade judiciária”, instalações condignas para as forças de segurança PSP e GNR, são exemplos de intervenções constantemente adiadas, e da incapacidade de concretização que também tem que ser imputada ao executivo municipal liderado por Gonçalo Lopes.”

O PSD-Leiria, presidido por Hugo Oliveira, e a Comissão Política de Secção – PSD Leiria, presidida por Arlindo Brites, asseguram que, tal como o fez no passado, irá continuar empenhado para que o Concelho e o Distrito de Leiria sejam efetivamente reconhecidos pelo poder central, e que a par do seu desenvolvimento económico e relevante contributo para a riqueza do país, recebam o investimento público que lhe é devido.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.