Edição: 284

Diretor: Mário Lopes

Data: 2024/7/20

Homem deslocou-se do Cartaxo para a Nazaré

PSP da Nazaré evita por duas vezes o suicídio da mesma pessoa

O Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública de Leiria, através da Esquadra da Nazaré, evitou que um homem de 56 anos atentasse contra a própria vida. Na manhã de sexta-feira, dia 5 de julho, pelas 8h55, foi recebida uma comunicação telefónica no Centro de Comando e Controlo da PSP a informar que um homem estaria em deslocação para a vila da Nazaré, vindo do Cartaxo, com o intuito de por termo à sua própria vida, tendo como possível e eventual objetivo atirar-se do miradouro do Suberco, local este no Sítio – Nazaré.

Perante o relatado, foi montado de imediato um dispositivo policial com recurso a várias valências, nomeadamente do serviço de patrulha, investigação criminal e o próprio comando da esquadra local, no sentido de localizar o cidadão em apreço.

De realçar que as informações recolhidas eram residuais, sabendo-se apenas a marca e cor do veículo que o mesmo utilizava. Ainda assim, passados breves instantes, foi possível encontrar o automóvel devidamente estacionado.

Procurando a deteção atempada do homem emocionalmente transtornado, foi possível localiza-lo no referido miradouro, tendo sido de imediato iniciado um diálogo com vista à dissuasão das suas intenções, o que se veio a conseguir e tendo este sido retirado para local seguro. O sucesso da intervenção ficou a dever-se certamente à confiança e empatia geradas pela polícia, que dois anos antes havia intervindo com o mesmo indivíduo, numa tentativa anterior de suicídio.

No local compareceram elementos do Corpo de Bombeiros Voluntários da Nazaré que procederam a uma avaliação prévia e transportaram o visado para as urgências do Hospital de Santo André – Leiria.

Consideramos que a pronta intervenção da Polícia o Comando Distrital de Leiria terá certamente impedido um desfecho trágico e lamentável, aproveitando a PSP para desejar as melhoras a este nosso concidadão.

     Fonte: CDL|PSP

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.