Edição: 243

Diretor: Mário Lopes

Data: 25/2/2021

Conselho Internacional dos Monumentos e dos Sítios repete argumentos da DGPC

ICOMOS valida intervenção na escadaria da antiga portaria do Mosteiro de Alcobaça

O ICOMOS – Conselho Internacional dos Monumentos e dos Sítios emitiu um parecer técnico, no dia 15 de fevereiro, em que valida a intervenção da DGPC na escadaria da antiga portaria do Mosteiro de Alcobaça. O documento, assinado por Soraya Genin, presidente do ICOMOS Portugal,  repete no seu parecer todos os argumentos já indicados pela Direção Geral do Património Cultural (DGPC).

“Mentira” pode afetar reputação de Portugal no mundo, nomeadamente junto da UNESCO

DGPC garante que não houve colocação de betão nas escadarias do Mosteiro de Alcobaça

Na sequência do comunicado de imprensa divulgado a 11 de fevereiro, pelo PS de Alcobaça, que anuncia uma alegada intervenção de betonagem nos degraus de escadaria do Mosteiro de Alcobaça, a Direção-Geral do Património Cultural garante que se trata de “uma informação falsa”. A DGPC alerta que, “tratando-se de um Monumento Nacional que é Património Mundial, as consequências desta mentira ultrapassam o âmbito local”, afetando a reputação de Portugal no mundo, nomeadamente junto da UNESCO.”

Em resposta ao comunicado da Concelhia do PS de Alcobaça

DGPC desmente colocação de rampa em betão na escadaria do Mosteiro de Alcobaça

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) desmentiu este sábado, o conteúdo do comunicado divulgado no dia 11 de fevereiro, pelo PS Alcobaça, considerando ser inteiramente falso que esteja a ser colocada uma rampa em betão na escadaria da antiga portaria do Mosteiro de Alcobaça. Segundo a DGPC, os degraus desta Portaria apresentam-se muito desgastados e com uma perda muito significativa de material pétreo com riscos evidentes para a sua utilização, e tendo em conta o seu evidente valor patrimonial, optou-se por conservá-los, colocando uma chapa de aço cortene sobre parte dos degraus existentes.

Câmara de Torres Novas aprovou a aquisição do Velho Lagar

Lagar de Azeite de Rexaldia vai ser adaptado e dar origem a um polo cultural e recreativo

“Lagar da Rexaldia”

A  Câmara  Municipal  de Torres Novas aprovou, na reunião de 9 de fevereiro,  adquirir,  pelo  valor  de  61 mil euros, o prédio sito na Rua do Freixeiro,  nº1, em Rexaldia,  vulgarmente  conhecido como “Lagar da Rexaldia”.

A fim de tentar resolver uma situação de perigosidade rodoviária no centro da aldeia de Rexaldia, considerando que a localização do imóvel, construído há muitos anos, conflitua com o trânsito existente nos dias de hoje, tapando a visibilidade a quem ali circula, pretende-se demolir a parte do edifício que retira visibilidade a quem conduz naquela zona e adaptar o velho Lagar (e toda a área disponível que inclui um logradouro com uma área substancial) a um polo cultural e recreativo, implantado no centro da aldeia.

Pretende-se que esta aquisição venha a contribuir para o enriquecimento da qualidade de vida daquela aldeia e freguesia, promovendo neste caso maior segurança rodoviária e gerando desafios nos campos político, social, cultural e associativo para se tirar partido dum património emblemático que urge preservar e promover, sempre em parceria com o município, como proprietário.

Fonte: AF|DTICMA|CMTN

Projeto turístico Rotas das Invasões Francesas junta regiões transfronteiriças do Centro de Portugal e de Castela e Leão

O quarto Comité de Direção do projeto Interreg NAPOCTEP – Rotas Napoleónicas por Espanha e Portugal decorreu no dia 22 de janeiro, em formato online. A reunião serviu para apresentar trabalhos já desenvolvidos no âmbito do projeto, como a apresentação das rotas turísticas relativas à Terceira Invasão Francesa. No território nacional, a invasão iniciou-se em Almeida e continuou para o Bussaco, onde teve lugar uma importante batalha, tendo terminado nas Linhas de Torres Vedras.

Município de Leiria requalifica zona junto ao Santuário dos Milagres

Têm início esta semana as obras de requalificação das ruas Cónego Lacerda e Cónego Lacerda e do largo junto ao Santuário do Senhor Jesus dos Milagres, na freguesia dos Milagres, uma intervenção que pretende dotar a zona de maior conforto e atratividade e revitalizar a dinâmica da área. Num investimento de quase 750 mil euros, a empreitada tem uma duração prevista de 270 dias (cerca de nove meses) e inclui um conjunto de trabalhos que, segundo o vereador das Obras Municipais e Requalificação do Espaço Público, Ricardo Santos, “visam tornar o espaço mais agradável e aprazível para quem o frequenta, contribuindo para um futuro aumento do turismo, já que serão também melhoradas as condições para a realização das festas tradicionais da freguesia”.

João Ferreira visita o Forte de Peniche, símbolo da luta pela liberdade e democracia

João Ferreira, candidato à Presidência da República, visitou, no dia 30 de dezembro, o futuro Museu Nacional Resistência e Liberdade, no Forte de Peniche. Esta não é a primeira vez que a importância do Forte de Peniche como símbolo da luta contra o regime fascista é recordado em eleições presidenciais, já que há 12 anos, Manuel Alegre iniciou neste Monumento Nacional a sua campanha eleitoral.

Alcobaça, Batalha e Porto de Mós serão os territórios beneficiários do projeto

Projeto Cultural «Aljubarrota 1385» aprovado com um apoio de 280 mil euros

Os municípios de Alcobaça, Batalha e Porto de Mós serão os territórios beneficiários do projeto cultural que envolve vários parceiros institucionais com o objetivo de, por um lado, apoiar a realização de eventos associados ao património, à cultura e a bens culturais, e também apostar na divulgação e integração territorial, através de iniciativas de cooperação territorial e institucional que permitam integrar a programação cultural, as visitas guiadas e a divulgação de equipamentos, bens culturais e serviços prestados.

Monumento Nacional desde 1967

Câmara de Torres Novas investe 370 mil euros na valorização das ruínas romanas de Cardillium

As ruínas romanas de Villa Cardillium, situadas a dois quilómetros a sul de de Torres Novas, no sítio de Caveira, vão ser alvo de um projeto de valorização que visa requalificar o espaço, conferindo uma maior dignidade a este Monumento Nacional desde 1967 e melhorando a experiência de visitação. No total, serão investidos 370 mil euros, acrescidos de IVA.

PS de Alcobaça considera a obra um atentado ao Património Mundial

Construção de escada de betão na Escadaria do Mosteiro de Alcobaça gera indignação

Colocação de betão nas escadarias do Monumento Património Mundial

As recentes notícias sobre o Relatório do Património Mundial em Risco do Conselho Internacional de Monumentos (ICOMOS), onde está incluído o Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, deixou muita gente preocupada. Não obstante toda esta problemática, esta semana teve lugar mais duas intervenções polémicas: a utilização de betão no “restauro” da escadaria monástica ou a construção de uma escada  de acesso na Ala Norte do Mosteiro. Para a Concelhia do PS de Alcobaça, qualquer das situações é grave, sendo certo haver outras formas de acessibilidade ao monumento sem prejudicar o Património

O PS Alcobaça, presidido por Rui Alexandre,  já fez saber que é um assunto que interessa a todos os alcobacences e tendo sido questionado acerca do assunto, remeteu para a Câmara Municipal de Alcobaça uma explicação, considerando que a obra também é da responsabilidade da autarquia.

A Comissão Política de Alcobaça do PS está ciente que o Património e a Cultura são fatores fundamentais para o desenvolvimento integrado e sustentável do concelho de Alcobaça e, por isso, entende que as entidades responsáveis deveriam respeitar mais as recomendações para assegurar a proteção do nosso património.

O PS Alcobaça entende que não pode ficar indiferente a “tamanha atrocidade ao nosso património e gostaria de uma explicação urgente por parte da Edilidade responsável a todos os munícipes para o que se está a passar.”

Candidatura para intervenções na Casa Memorial Humberto Delgado aprovada em Torres Novas

O Município de Torres Novas apresentou uma candidatura no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020, no que se refere a «Renovação de Aldeias», para intervenções na Casa Memorial Humberto Delgado, local onde nasceu o “General Sem Medo” dedicado à divulgação dos seus feitos e obras, nomeadamente na área da aviação civil e intervenção política.

PSD recomenda ao Governo classificar a duna de Salir do Porto como paisagem protegida

O Grupo Parlamentar do PSD recomendou ao Governo a classificação da duna de Salir do Porto como paisagem protegida. A duna de Salir do Porto, no concelho de Caldas da Rainha, no limite da Baía de São Martinho do Porto, é a maior de Portugal e, de acordo com registos históricos, poderá ter sido a maior da Europa. Vista da baía de São Martinho do Porto, estende-se por cerca de 200 metros de comprimento e 50 de altura acima do nível do mar.

Torres Vedras irá criar rota de enoturismo em torno da Estrada Nacional 9

A Câmara Municipal de Torres Vedras encontra-se a desenvolver uma rota dedicada ao enoturismo. A rota irá acompanhar o percurso da Estrada Nacional 9 no Concelho, uma via estruturante que acompanha as áreas de maior concentração de vinha no território. Esta estrada liga Sintra (Lourel) à EN1 em Alenquer, passando por Montelavar, por Mafra, por São Pedro da Cadeira, por Torres Vedras e pela Carvoeira. Entre Lourel e Montelavar existe uma variante em formato de autoestrada, com a designação R 19.

Empreitada de recuperação e requalificação da Igreja de São João Baptista vai avançar

A Câmara Municipal de Tomar deliberou na última reunião do ano a adjudicação da empreitada de recuperação/requalificação da Igreja de S. João Baptista à empresa SIGNINUM – Gestão de Património Cultural, finalizando assim o concurso público realizado. Esta será uma obra no valor de 1.589.680,99€, candidatada pelo município a fundos europeus que a financiarão a 85%, em parceria com a Vigararia de Tomar.