Edição: 245

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/4/23

Ourém

Câmara aprova investimento de 1 milhão de euros na EB 2/3 de Caxarias

Paços do Concelho de Ourém

A Câmara Municipal aprovou na última Reunião da Câmara Municipal, o lançamento de procedimento para requalificar a Escola Sede do Agrupamento Cónego Dr. Manuel Lopes Perdigão, em Caxarias.

Este é um procedimento a rondar 1 milhão de euros (com recurso a fundos comunitários) justificado com a avançada idade deste estabelecimento e que, por isso, apresenta um conjunto de necessidade estruturais que urge resolver.

Esta intervenção está dividida em dois lotes. Um primeiro, que contempla a construção de uma portaria e estacionamento exterior, beneficiações no bar, refeitório e um novo equipamento de aquecimento. Um segundo lote relacionado com uma intervenção na cobertura, fachadas e isolamento de forma a aumentar a eficiência energética. Do edifício e compatibilização da arquitetura exterior com a nova escola.

   Fonte: JO|GIC|CMO

Manuel Heitor presidiu a abertura da conferência internacional promovida pelo Politécnico de Leiria

Ministro aposta em universidades europeias na transição para uma sociedade verde e digital

Manuel Heitor

«A ideia das universidades europeias é mais importante que nunca para construir o próximo passo do projeto europeu, através da disponibilização de ambientes diferentes, mas também mediante o envolvimento dos estudantes na construção desse entendimento da diversidade em toda a Europa, que devemos preservar e entender», afirmou Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, na abertura da conferência internacional “Universidades Europeias: transformação pioneira na educação, investigação e inovação”, promovida pelo Politécnico de Leiria, em parceria com o Ministério, ontem, dia 14 de abril, em formato online.

Organizada sob a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), a conferência reuniu representantes de Universidades Europeias, incluindo reitores, presidentes e coordenadores, mas também estudantes, investigadores, profissionais académicos e representantes da Comissão Europeia e Estados-membros, bem como stakeholders da área económica e sociedade em geral.

Lançada pela Comissão Europeia no âmbito do Espaço Europeu 2025, a iniciativa “Universidades Europeias” propõe a criação “bottom-up” de redes de Instituições de Ensino Superior da UE. Atualmente existem 41 Universidades Europeias, com a participação de sete instituições portuguesas, onde está incluído o Politécnico de Leiria, que lidera a Regional University Network – European University (RUN-EU).

«Durante os últimos 20/30 anos percebemos em toda a Europa o quão importante é a mobilidade de estudantes e o intercâmbio de profissionais para a investigação e inovação, e para o desenvolvimento de programas conjuntos para ajudar a criar uma cultura europeia, e criar aquilo que entendemos ser os valores europeus, e ainda construir relações de confiança entre os jovens e o desenvolvimento das nossas regiões», referiu Manuel Heitor, destacando a diversidade entre as várias regiões europeias.

Rui Pedrosa

«Um dos elementos importantes dos valores europeus é a diversidade das diferentes regiões. E esta diversidade deve ser preservada, mas também precisa de ser criada como um dos valores desta cultura europeia. É preciso, sobretudo, entender a necessidade de diversificar e especializar as diferentes regiões, sendo as instituições e as universidades fundamentais para a construção destas relações», defendeu o ministro do Ensino Superior, sublinhando o papel da RUN-EU, liderada pelo Politécnico de Leiria.

«Esta aliança tem-se destacado por reunir autoridades regionais e locais, instituições de ensino superior, líderes e protagonistas sociais e económicos nas regiões envolvidas. O papel das universidades europeias é particularmente importante em diversificar e facilitar a especialização da nossa economia para uma sociedade verde e digital», afirmou o responsável, fazendo uma alusão às prioridades da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia.

Themis Christophidou, diretora-geral para a Educação, Juventude, Desporto e Cultura da Comissão Europeia, interveio igualmente na sessão de abertura da conferência, onde deu ênfase à necessidade de criar uma área da educação europeia. «Alcançar esta área até 2025 significa que os estudantes, académicos e investigadores estão habilitados a estudar e trabalhar em todo o continente, e permite às instituições colaborar na Europa e além-fronteiras europeias. Se considerarmos os nossos direitos europeus de liberdade de circulação e o direito de trabalhar em qualquer zona europeia, bem como a nossa interação diária com o mercado único europeu, uma área educacional não é inatingível. No entanto, ainda há trabalho a fazer, para assegurar que existe cooperação entre as instituições de ensino de todos os membros da UE», realçou Themis Christophidou.

A representante da Comissão Europeia agradeceu ainda ao Politécnico de Leiria e à Presidência Portuguesa pela dinamização do evento. «Quero agradecer-vos por esta oportunidade. Estou convencida que juntos podemos atingir uma visão ambiciosa da iniciativa das Universidades Europeias e suportar as instituições de ensino superior em toda a Europa», referiu, destacando o trabalho da RUN-EU.

«A Regional University Network vai ser uma força para a transformação do ensino superior, tendo em consideração as necessidades regionais, e abordando as disparidades regionais na educação, na investigação e na inovação. O memorando assinado entre os membros da RUN-EU e os representantes dos Governos Regionais é um verdadeiro compromisso do papel ativo que esta aliança terá na transformação social das regiões, suportada por visões a longo prazo, com uma multiplicidade de compromissos assumidos pelos diferentes parceiros. A RUN-EU vai contribuir para construir uma zona europeia para o desenvolvimento inter-regional», sublinhou Themis Christophidou,

Após a abertura da conferência decorreu o primeiro painel, subordinado ao tema “O potencial de transformação das Universidades Europeias”, onde Sophia Eriksson-Waterschoot, diretora da Juventude, Educação e Erasmus+ da Comissão Europeia, destacou que «as universidades europeias têm o potencial de acionar uma forte e estratégica operação entre as instituições parceiras e, ao mesmo tempo, juntar todas as suas missões: educação, investigação e inovação, e estar ao serviço da sociedade».

«As universidades europeias são as alianças mais ambiciosas na Europa e, possivelmente, no mundo, no que toca à confiança e entendimento entre as instituições de ensino superior, e em termos de qualidade. É por isso que podemos esperar um grande impacto e esperar uma inspiração de toda a comunidade do ensino superior. Podemos esperar que as universidades europeias liderem o caminho para um futuro com instituições de ensino superior resilientes», apontou Sophia Eriksson-Waterschoot.

O potencial das universidades europeias para «conectar instituições e trabalhar em conjunto para melhorar e desenvolver as comunidades» foi um dos pontos destacados por Màrius Martínez, vice-presidente para as Relações Internacionais da Universidade Autónoma de Barcelona e presidente da ECIU – European University, que participou no primeiro painel.

Por sua vez, Daniela Trani, diretora da YUFE Alliance – Maastricht University, realçou o trabalho desenvolvido naquela universidade europeia, que se destaca «pela diversidade geográfica e pela diversidade de especialidades das várias instituições que pertencem à aliança». «As universidades precisam de trabalhar com a sociedade, algo que temos feito desde o início. Temos estado a construir o primeiro programa de educação que irá suportar os nossos estudantes, não só enquanto académicos, mas também enquanto futuros profissionais», realçou.

Diretamente da cidade do Porto, João Rocha, presidente do Politécnico do Porto e coordenador da ATHENA – European University, destacou os alcances que aquela aliança pretende atingir na educação e na sociedade. «Na educação pretendemos transformar o ensino superior, que se pretende flexível, aberto e individual na aprendizagem, promovendo uma aprendizagem ao longo da vida e proporcionando uma efetiva resposta às mudanças e necessidades do mercado laboral. Já na sociedade queremos promover sinergias na investigação e parcerias entre as instituições de ensino superior e o setor empresarial, levando os estudantes para atividades de investigação que apresentem soluções às empresas», apontou.

Também Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria e coordenador da RUN-EU, participou no primeiro painel, onde apresentou e destacou os pontos fortes da Universidade Europeia, nomeadamente o desenvolvimento de Future and Advanced Skills Academies, para o desenvolvimento de metodologias inovadoras e programas que desenvolvam as competências avançadas necessárias para as profissões do futuro, a criação de programas avançados de curta duração que vão suportar uma aprendizagem mais flexível, que integrarão os cursos, mas também serão utilizadas para a requalificação e qualificação avançada de profissionais, e a criação de um Centro de Inovação Europeu em Mobilidade e três hubs de inovação europeus, centrados na indústria do futuro e no desenvolvimento regional sustentável, na bioeconomia e na inovação social.

«Os nossos planos vão transformar o ensino superior na Europa, pois contamos com o grande envolvimento dos nossos estudantes, que vão cocriar o futuro da RUN-EU. Os estudantes vão participar ativamente não só nas várias atividades e programas da Universidade, mas também no Student Advisor Board, que contará com 15 estudantes de cada instituição, 10 estudantes europeus e cinco internacionais, que vão ter à disposição um vasto leque de atividades para estimular a multiculturalidade», afirmou Rui Pedrosa, realçando que, para serem atingidos os objetivos da Universidade Europeia, é necessário «um forte envolvimento e suporte da Comissão Europeia, mas também das diferentes regiões e dos estados membros da UE».

A representar a EUA – European University Association esteve Anna-Lena Claeys-Kulik, que destacou a colaboração como a chave da visão da aliança para 2030. «Durante o último ano temos construído uma visão do que devem ser as universidades europeias em 2030, baseada em contribuições de mais de 100 visionários, membros das nossas instituições, e de outros setores. E esta visão não é um modelo único, pois sabemos que as instituições e as universidades de toda a Europa têm as suas diferenças. Mas esta visão é a essência das principais ideias e objetivos que estas universidades querem atingir, apesar das diferenças entre si e das diferentes circunstâncias de cada uma», afirmou Anna-Lena Claeys-Kulik, destacando os três objetivos principais da visão das universidades europeias para 2030: abertura, sustentabilidade e autonomia.

A encerrar o primeiro painel, Stéphane Lauwick, presidente da EURASHE – European Association of Institutions in Higher Education, destacou o papel da sua aliança para promover uma «visão futura do ensino superior, aberta e flexível, que cumpre uma missão diversificada e que reflete e responde às necessidades da sociedade». «Identificamos as universidades europeias como uma iniciativa significativa para identificar novas abordagens e modelos para a investigação no ensino superior e para suportar as comunidades regionais e locais», afirmou.

“Como as Universidades Europeias podem promover competências para uma sociedade mais verde, digital e inclusiva” foi o tema do segundo painel, tendo ainda sido debatidas as temáticas “Competências avançadas e do futuro para a transformação da sociedade” e “O papel das Universidades Europeias na liderança dos ecossistemas regionais de inovação”.

A conferência internacional contou ainda com uma cerimónia de assinatura do Memorando de Entendimento, que consiste num acordo entre os membros da Universidade Europeia (RUN-EU), liderada pelo Politécnico de Leiria, e representantes dos Governos Regionais sobre a visão a longo prazo e a construção da EZ-ID – Zona Europeia para o Desenvolvimento Inter-regional.

«A ciência e o conhecimento são globais, não têm barreiras e são completamente dependentes de redes internacionais que precisam de contribuir cada vez mais para a interdisciplinaridade e multiculturalidade. A pandemia revelou que apenas com ciência e conhecimento é possível combater este tipo de desafios globais», afirmou Rui Pedrosa no encerramento da conferência. «Precisamos de uma Europa com mobilidade sem barreiras para estudar, para trabalhar e para viver, e as universidades europeias vão contribuir para isso. As universidades europeias são necessárias para transformar a educação, a investigação e a inovação ao serviço da sociedade», concluiu.

A encerrar o evento esteve também o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira, que realçou a importância da conferência para «demonstrar o modo como as instituições de ensino superior conseguem estar envolvidas ativamente e estabelecer a sua ligação com a sociedade». «É importante encorajar um ensino inovador e uma aprendizagem prática que valorize o projeto educacional, adaptado a um sistema de educação diferente e vasto, focado na diversificação das metodologias pedagógicas», defendeu o secretário de Estado.

  Fonte: Midlandcom

Frequentado por alunos dos 2º e 3º ciclos do Ensino Básico

Município de Azambuja beneficia Escola Básica de Vale Aveiras com novo telheiro

O Município de Azambuja beneficiou a Escola Básica de Vale Aveiras com um novo telheiro que faz ligação exterior entre o refeitório e pavilhão. Este estabelecimento de ensino constitui a sede do Agrupamento de Escolas de Vale Aveiras, sendo frequentado por alunos dos 2º e 3º ciclos do Ensino Básico. A estrutura instalada consiste numa cobertura metálica com 154m2 e o valor da empreitada ascendeu a 28.285 euros.

CCDR do Alentejo dá luz verde para o avanço da obra

Escola Secundária de Azambuja avança com obras de requalificação de 3,5 milhões de euros

Após vários anos de intensa e persistente pressão da autarquia junto dos órgãos governamentais, foi obtido o acordo para a requalificação da Escola Secundária de Azambuja. A Câmara Municipal já recebeu “luz verde” por parte da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo para o avanço da obra, conseguindo um financiamento de 3,5 milhões de euros. A requalificação da única Escola Secundária do concelho, cuja construção data de 1978, sem nunca ter sofrido qualquer tipo de intervenção, tem sido um dos principais objetivos do atual Executivo e dos seus antecessores.

Entre 25 de janeiro e 31 de março

Câmara de Azambuja assegurou 10 mil refeições gratuitas a alunos do concelho durante o confinamento

Durante o segundo período de confinamento, decorrido entre 25 de janeiro e 31 de março, o Município de Azambuja assegurou cerca de 10 mil refeições gratuitas a alunos com escalão A e B de todo o concelho.

A autarquia, em articulação com os 3 Agrupamentos de Escolas do concelho, garantiu o fornecimento de refeições gratuitas – em serviço de takeway – para todos os alunos com escalão A e B da Ação Social Escolar, desde o nível pré-escolar ao ensino secundário.

II fase da Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2

Cerca de 150 mil trabalhadores docentes e não docentes vão ser testados entre 5 e 9 de abril

O processo de testagem em estabelecimentos de educação e ensino do setor público e do setor privado prossegue a partir da próxima segunda-feira, coincidindo com o início do 3.º período letivo e com a retoma das atividades presenciais dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico. Cerca de 150 mil trabalhadores docentes e não docentes vão ser testados entre os dias 5 e 9 de abril, dando continuidade à implementação da Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2 e de acordo com a conhecida orientação conjunta do passado mês de março.

Escola Guilherme Stephens tem novo espaço de jogo e recreio

Escola Guilherme Stephens tem novo espaço de jogo e recreio

Novo espaço de jogo e recreio certificado

A Escola do 1º ciclo do ensino básico Guilherme Stephens tem um novo espaço de jogo e recreio certificado, na sequência do investimento superior a 40 mil euros, realizado pela Câmara Municipal da Marinha Grande.

A Câmara Municipal assegurou uma intervenção que passou pela renovação integral do espaço de jogo e recreio existente, tanto no que respeita a equipamentos de jogo e recreio, como às superfícies de impacto.

A intervenção no espaço de jogo e recreio visou garantir a reabilitação profunda do mesmo de forma a que os alunos o possam utilizar em segurança.

Esta intervenção contemplou a instalação de novos equipamentos, bem como a renovação do piso sintético.

Garantiu-se, também, a renovação integral da vedação do espaço, com colocação de painéis com 2,00 m de altura, portão de acesso com chave e instalação de um novo placard, elaborado de acordo com a legislação aplicável ao espaço.

    Fonte: GC|CMMG

Iniciativa pretende reconhecer os estudantes que finalizaram o ensino secundário

Oito estudantes do Politécnico de Leiria distinguidos com os Prémios Caixa Mais Mundo

Oito estudantes do Politécnico de Leiria foram contemplados com os Prémios Caixa Mais Mundo, da CGD. A iniciativa visa reconhecer o mérito dos estudantes que finalizaram o ensino secundário, incentivar a continuidade dos estudos e promover a igualdade de oportunidades no acesso à educação de nível superior.

Incentivo à prossecução dos estudos atinge a sua sétima edição

 Câmara do Cadaval atribui 11 bolsas de estudo a jovens universitários, no presente ano letivo

A Câmara do Cadaval aprovou, dia 16 de março, 11 candidaturas a bolsas de estudo para jovens em frequência do ensino superior no ano letivo 2020/2021, das quais 6 renovações e 5 novos processos. A medida visa incentivar prossecução dos estudos e promover a formação de quadros técnicos superiores.

13.ª edição do Prémio Pedro Matos está de regresso para alunos do ensino secundário e básico

Politécnico de Leiria desafia alunos e professores a refletir sobre “Matemática e o Planeta Terra”

Cartaz

O Politécnico de Leiria acaba de lançar a 13.ª edição do Prémio Pedro Matos, subordinada ao tema “Matemática e o Planeta Terra”. O concurso destina-se a alunos do ensino secundário e do 3.º ciclo do ensino básico, que podem participar individualmente ou em grupo (máximo de três alunos), nas categorias “Prémio Pedro Matos” e “Prémio Pedro Matos Júnior”, respetivamente. Do grupo pode ainda fazer parte um professor do ensino secundário ou básico, ao qual caberá o papel de orientador.

O concurso deste ano pretende desafiar alunos e professores a refletir sobre diversas temáticas com o objetivo de contribuir para a sustentabilidade do Planeta, considerando que a matemática pode colaborar significativamente nesse processo, auxiliando em áreas como a geografia e desastres naturais, população e pandemias, meio ambiente e recursos naturais, meteorologia e mudanças climáticas, e outras áreas enquadráveis.

Os interessados deverão realizar a sua pré-inscrição online até ao dia 7 de maio, sendo que a candidatura e entrega dos trabalhos decorre até dia 14 de junho. Nas categorias “Prémio Pedro Matos” e “Prémio Pedro Matos Júnior” serão premiados os três melhores trabalhos. Os projetos elaborados serão expostos no evento “Mat-Oeste 2021”, a realizar-se em data a definir, onde decorrerá a entrega dos prémios.

As normas e o regulamento do concurso podem ser consultados em https://premiopedromatos.ipleiria.pt/.

O Prémio Pedro Matos nasce como uma homenagem a Pedro Manuel Amado Roque de Matos, professor e investigador de mérito da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Politécnico de Leiria, e tem como objetivo fomentar a criatividade e o interesse pela matemática e suas aplicações, bem como despontar novos jovens talentos.

    Fonte: Midlandcom

“Nur” é da autoria de Carlos Pedroso e Inês Ribeiro

Videojogo criado por estudantes do Politécnico de Leiria vence concurso Novos Talentos Fnac

O videojogo “Nur”, desenvolvido por Carlos Pedroso e Inês Ribeiro, recém-licenciados do curso de Jogos Digitais e Multimédia da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Politécnico de Leiria, é o grande vencedor dos Novos Talentos Fnac Videojogos 2020. A iniciativa visa apoiar o desenvolvimento de videojogos em território nacional e promover jovens desconhecidos na área. O videojogo, cujo desenvolvimento se iniciou no âmbito da unidade curricular de Projeto Final, da licenciatura em Jogos Digitais e Multimédia da ESTG, está disponível para download.

A todos os alunos dos 1.º ao 4.º anos de escolaridade do ensino público e privado

Câmara de Leiria distribui 30 mil máscaras reutilizáveis nas escolas

Máscara social

Com o regresso às aulas presenciais, a Câmara Municipal de Leiria vai distribuir mais de 30 mil máscaras reutilizáveis em todas as escolas públicas do concelho. Esta sexta-feira foi efetuada a entrega de cerca de 5.000 máscaras a todos os alunos dos 1.º ao 4.º anos de escolaridade do ensino público e privado do concelho de Leiria.

Trata-se de máscaras sociais de tipo 2, com capacidade de filtração superior a 90%, certificada para 50 lavagens pelo CITEVE. Serão entregues também cerca de 7.000 kits de proteção individual a todos os professores, assistentes técnicos e operacionais dos estabelecimentos de ensino públicos de Leiria. Cada kit contém 10 máscaras FFP2, 20 máscaras cirúrgicas, uma embalagem de álcool-gel e uma bolsa.

Para Gonçalo Lopes, presidente da Câmara Municipal de Leiria, “trata-se de uma medida preventiva e que permite o cumprimento das regras de segurança no regresso às aulas presenciais. É também uma ajuda do município para os nossos alunos e para todos os leirienses”.

A Câmara Municipal de Leiria vai ainda distribuir gratuitamente cerca de um milhar de kits de proteção individual a todos os funcionários das IPSS do concelho. Cada kit é constituído por 10 máscaras FFP2, 20 máscaras cirúrgicas, uma embalagem de álcool-gel e uma mochila.

    Fonte: GRPG|CML

“Link Me Up – 1.000 ideias” arranca a 22 e 23 de março nas cinco Escolas do Politécnico de Leiria

Politécnico de Leiria associa-se a projeto de cocriação de inovação que junta estudantes e empresas

O Politécnico de Leiria associou-se ao “Link Me Up – 1.000 ideias”, um projeto de cocriação de inovação que junta estudantes e empresas na resolução de problemas e desafios, através da plataforma internacional Demola. O projeto conta com a participação e envolvimento de mais 13 politécnicos.

Via plataforma ZOOM

Fase Municipal do Concurso Nacional de Leitura realizou-se segunda-feira em Alcobaça

Numa salutar demonstração de como é possível a promoção da atividade cultural e literária em plena pandemia, realizou-se esta segunda-feira via ZOOM (videoconferência) a fase municipal da 14ª edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL) 2020-2021.
Habitualmente realizada no Auditório da Biblioteca Municipal de Alcobaça, esta fase do concurso decorreu inteiramente online e contou com a participação de alunos do 1º ciclo do ensino básico ao ensino secundário que se apuraram na fase escolar do mesmo concurso.

A estudantes do ensino superior

Biblioteca Municipal de Alcobaça faculta documentação de bibliotecas universitárias

Se é aluno do ensino superior e necessita de documentação da biblioteca da universidade que frequenta (ou de outra biblioteca universitária) para a realização dos seus trabalhos, pesquisas ou teses, a Biblioteca Municipal de Alcobaça (BMA) pode servir de intermediária ao abrigo do serviço de empréstimo interbibliotecas.

Cursos pretendem colmatar lacuna formativa a nível nacional na área marítima e marinha

Politécnico de Leiria abre pós-graduações pioneiras no país em Turismo Subaquático e Mergulho Científico

A Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM) do Politécnico de Leiria, em Peniche, tem duas novas pós-graduações, em Turismo Subaquático e Mergulho Científico. Os cursos, de carácter pioneiro em Portugal, são cofinanciados pelo Programa Operacional Mar 2020, pelo Portugal 2020 e pela União Europeia.

Autarquia adquiriu 148 tablets e 98 routers de ligação à internet

Município do Bombarral apoia alunos carenciados no acesso às aulas à distância

O Município do Bombarral, na sequência do levantamento efetuado pelo Agrupamento de Escolas Fernão do Pó, precedeu a reativação das ligações à internet para que os estudantes com maiores carências económicas possam assistir às aulas à distância em casa. 

Chamusca

Município e freguesias fornecem refeições escolares a alunos carenciados e em isolamento

Em período de interrupção letiva, devido às medidas de combate à Covid-19, o Município da Chamusca, em articulação com o Agrupamento de Escolas da Chamusca e com o apoio das Juntas e Uniões de Freguesia, continua a fornecer refeições em casa aos alunos que se encontram em isolamento ou com necessidade de apoio alimentar.  

A título de empréstimo

Câmara do Cartaxo entrega computadores a alunos com carência económica

A Câmara Municipal do Cartaxo vai entregar computadores a crianças e jovens com carência económica. Os computadores serão cedidos às famílias, a título de empréstimo, ficando à disposição dos alunos por todo o tempo que deles necessitem. Os alunos do ensino secundário, já receberam computadores por parte do ministério da educação.

Através da EMIC – Equipa Multidisciplinar de Intervenção Comunitária

Município de Azambuja promove sessões online de Mindfulness para professores e profissionais de saúde

O Município de Azambuja, através da EMIC – Equipa Multidisciplinar de Intervenção Comunitária, está a promover duas sessões online de Mindfulness, destinadas a professores/educadores e a profissionais de saúde. Estas sessões têm como objetivo auxiliar estes profissionais no apoio à aplicação de ferramentas para encontrar a paz interior e a atenção plena, através da partilha de algumas técnicas e ferramentas de Mindfulness.

Biblioteca Municipal de Alcobaça empresta livros via CTT com serviço gratuito

A Câmara Municipal de Alcobaça através da Biblioteca Municipal de Alcobaça, dada a atual impossibilidade de aceder presencialmente às suas instalações, tem disponível um novo serviço de entrega via CTT que permite desfrutar dos livros sem quaisquer encargos.

ANAFRE de Leiria apela ao fecho de escolas e orientações claras da DGS sobre Presidenciais

 A Distrital de Leiria da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) junta a sua voz, no dia 20 de janeiro, aos especialistas que alertam para a situação gravíssima que se vive no país, defendendo que nesta fase da pandemia por Covid19, em que Portugal está, à escala planetária, com uma das situações mais críticas no que toca a novos infetados e a número de óbitos por dia, importa fazer um confinamento real.

Crianças entre os 5 e os 7 anos de escolas de Leiria apresentam bons resultados em competências pré-leitoras

Foram apresentados, na terça-feira, dia 12 de janeiro, os resultados do rastreio de competências pré-leitoras aplicado a um universo de crianças entre os 5 e os 7 anos, de sete agrupamentos de escola do concelho de Leiria.

Câmara de Alcobaça vai realizar testes rápidos à COVID-19 nas escolas do concelho

O concelho de Alcobaça regista esta segunda-feira, dia 11 de janeiro, 642 casos ativos de Covid-19 e 25 falecimentos. “É por demais evidente o agravamento brutal da pandemia no nosso concelho. A subida vertiginosa destes números tem diversas explicações, mas o que é facto é que os números estão neste momento fora de controlo. O confinamento nacional que se prevê que seja anunciado na quinta-feira poderá ajudar a travar de alguma forma esta realidade muito preocupante”, escreve o presidente da Câmara de Alcobaça na sua página de Facebook. Também no concelho de Torres Vedras a epidemia cresce rapidamente, contando já com 689 casos ativos de infeção por SARS-CoV-2.

Governo erradica amianto em 101 escolas da Região Centro

O programa nacional para a remoção de amianto de edifícios escolares recebeu, das Autoridades de Gestão dos Programas Operacionais Regionais Norte 2020, Centro 2020, Lisboa 2020, Alentejo 2020 e CRESC Algarve 2020, candidaturas provenientes de 149 municípios, pretendendo intervenções em 486 escolas.

Município de Azambuja apoia com 20 mil euros unidades “multideficiência” nas escolas do concelho

   O Executivo Municipal de Azambuja aprovou, na reunião ordinária de 30 de dezembro de 2020, um apoio monetário de 5 mil euros a cada uma das quatro Unidades de Ensino Estruturado / Multideficiência existentes nos Agrupamentos de Escolas do Concelho, num total de 20 mil euros destinados à aquisição de equipamentos e materiais a incorporar nestas unidades.

Instituição prevê a realização de mais de 10 mil testes por mês na comunidade académica

Politécnico de Leiria instala unidades de testagem massiva à COVID-19 nas suas seis Escolas

Presidente do IPL também fez o teste

O Politécnico de Leiria tem em marcha uma megaoperação de testagem massiva para a COVID-19, a toda a comunidade académica, para reforço da sua segurança, através da instalação de seis unidades de rastreio em todos os campi e núcleo de formação da instituição: Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS), Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG), Escola Superior de Saúde (ESSLei), Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR), Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM) e Núcleo de Formação de Torres Vedras.

O Politécnico de Leiria iniciou o processo de testagem esta semana, com a realização de testes rápidos a professores, investigadores, técnicos e bolseiros de investigação, sendo que a partir da próxima segunda-feira, 19 de abril, dia em que regressam as atividades letivas presenciais, será iniciada a testagem aos estudantes. Com este processo, o Politécnico de Leiria prevê a realização de mais de 10 mil testes por mês na comunidade académica.

«Estamos a fazer um enorme investimento e um esforço de coordenação para garantir que temos um centro de testes em cada uma Escolas e no Núcleo de Formação em Torres Vedras. É uma operação gigante e muito exigente, com muitos milhares de testes, que nos dispusemos a abraçar. É um desafio grande, mas que seguramente vai ter sucesso, e, portanto, é mais uma medida que pretende a segurança de todos, da comunidade académica, da região e do país», afirma Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria.

Durante esta semana estão a ser realizados mais de mil testes a toda a comunidade de suporte às atividades letivas e de investigação, e a partir de segunda-feira a expectativa é serem ultrapassados os cinco mil testes numa única semana, com a realização de rastreios durante todos os dias. «Todos os estudantes e todas as turmas que vêm pela primeira vez para os nossos campi vão ter a oportunidade de ser testados. A ideia é testarmos em massa toda a comunidade académica uma vez por mês, mas nos concelhos onde existam mais de 120 casos por 100 mil habitantes, vamos ter como estratégia testar de 15 em 15 dias», refere Rui Pedrosa.

A operação envolve mais de 70 profissionais de saúde, assim como o centro de diagnóstico para a COVID-19 da instituição, para além do apoio de docentes, investigadores, técnicos e estudantes.

Sendo este um processo voluntário, o Politécnico de Leiria está a promover uma campanha de sensibilização junto da comunidade académica, com o apoio das associações de estudantes e de microinfluenciadores, um grupo de 15 estudantes do Politécnico de Leiria que apoia a comunidade académica em prol do controlo e mitigação da pandemia por SARS-CoV-2.

Os microinfluenciadores pretendem criar uma estratégia de sensibilização, de estudantes para estudantes, impulsionadora de comportamentos responsáveis e promotores de saúde pública, e apoiar elementos da comunidade académica em isolamento ou quarentena, bem como prestar informações atualizadas e esclarecer dúvidas relativas à pandemia por SARS-CoV-2, apoiando o estudante dentro e fora do campus.

    Fonte: Midlandcom

Iniciativa inclui uma Feira Virtual de Emprego

Politécnico de Leiria promove online a III Semana da Empregabilidade de 19 a 23 de abril

O Politécnico de Leiria convida toda a comunidade académica a participar na III Semana da Empregabilidade, que tem lugar entre 19 e 23 de abril, online. O evento tem como objetivo aproximar os estudantes e diplomados do Politécnico de Leiria do mercado de trabalho, de forma facilitada, tanto para as empresas como para os estudantes, que em qualquer local podem interagir com os empregadores da sua área.

5ª edição da “Assembleia dos Jovens Deputados”

Jovens deputados de Leiria apresentam planos para o futuro no período pós-COVID19

A 5ª edição da “Assembleia dos Jovens Deputados” que este ano apresenta como mote: O Regresso de Leiria – que planos para um futuro? realiza-se no Teatro José Lúcio da Silva, segunda-feira, dia 19 de abril, a partir das 9:30. Nesta sessão serão apresentadas propostas de ação na comunidade nomeadamente no âmbito da recuperação económica no período pós-Covid 19, sustentabilidade ambiental, inclusão e interculturalidades e a saúde mental dos jovens, perspetivando o futuro próximo.

Primeira edição decorre no dia 8 de abril

Politécnico de Leiria dinamiza Jornadas Intergeracionais de Educação e Cidadania

Sandrina Milhano

A Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS) e o Programa 60+ do Politécnico de Leiria vão realizar, na próxima quinta-feira, dia 8 de abril, entre as 09h30 e as 17h00, em formato online, a primeira edição das Jornadas Intergeracionais de Educação e Cidadania, através da plataforma Zoom. Subordinada ao tema “Formar e Agir”, a iniciativa visa refletir sobre o exercício da cidadania nas sociedades contemporâneas e sobre o modo como as várias gerações percebem a sua (in)ação neste domínio, bem como analisar a importância da Educação, em várias idades da vida, para a construção de uma consciência cívica.

O evento, que vai envolver diversas gerações na discussão de diferentes entendimentos e experiências de cidadania, inicia-se pelas 09h30, com a sessão de abertura, onde vão estar presentes João Sobrinho Teixeira, secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria, Sandrina Milhano, diretora da ESECS, João dos Santos, diretor da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR), Rui Fonseca-Pinto, diretor da Escola Superior de Saúde de Leiria (ESSLei), Gorete Marques, subdiretora da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG), Sérgio Leandro, subdiretor da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM), e Luísa Pimentel, coordenadora do Programa 60+.

Segue-se um momento de poesia protagonizado por docentes da ESECS e, pelas 10h00, tem lugar o primeiro painel acerca do tema “Formar para a cidadania”, que termina com um debate. Quando forem 11h45 decorre a apresentação de testemunhos de estudantes do Programa 60+ e da ESTG sobre “Aprender a ser cidadão na escola”.

No período da tarde, pelas 14h00, está agendado um momento cultural apresentado pela Tuna da ESAD.CR, seguindo-se o lançamento do segundo painel, subordinado ao tema “Agir para a cidadania”. A iniciativa prossegue com um debate e uma apresentação de testemunhos de estudantes da ESAD.CR e da ESSLei, que darão a conhecer “Contributos para o bem comum”. As I Jornadas Intergeracionais de Educação e Cidadania terminam quando forem 17h00.

O programa completo da iniciativa pode ser consultado em https://sites.ipleiria.pt/jornadaseduci/.

O evento é de acesso gratuito, sendo apenas necessária a inscrição prévia através do link https://sites.ipleiria.pt/jornadaseduci/inscricao/. Após a realização das Jornadas será disponibilizado um certificado aos participantes que assim o indicarem no momento da inscrição.

    Fonte: Midlandcom

Ourém

Ministro Tiago Brandão Rodrigues inaugura o Centro Escolar de Carvoeira

A inauguração do Centro Escolar de Carvoeira, em Caxarias, vai ter lugar no dia 5 de abril, pelas 15 h. A inauguração desta nova estrutura educativa do concelho de Ourém contará com a presença do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e do presidente da Câmara Municipal, Luís Miguel Albuquerque, acompanhado do restante Executivo Municipal.

Evento online decorre esta quinta-feira, dia 1 de abril

Design e Fabricação Digital debatidos em conferência internacional promovida pelo Politécnico de Leiria

Ian Campbell é um dos oradores

“Design e Fabricação Digital” é o mote da conferência online promovida pelo Centro de Desenvolvimento Rápido e Sustentável de Produto (CDRSP) e pela Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR), do Politécnico de Leiria, na próxima quinta-feira, dia 1 de abril, entre as 10h00 e as 16h30, no âmbito do International Manufacturing Forum Series (IMFS). As informações sobre a conferência podem ser consultadas em https://imfs.ipleiria.pt/april/.

«A Fabricação Digital Direta é uma família de tecnologias capaz de produzir produtos diretamente de uma definição digital sem o uso de moldes ou outras ferramentas complexas. Essas tecnologias possibilitam a personalização da forma e função de um produto no ponto de fabricação, permitindo a produção de qualquer estrutura autossustentável», pode ler-se no texto de apresentação da conferência, onde serão abordados temas como a aplicação do design na fabricação digital e os desafios relacionados com a tecnologia, simulações, abordagens de design, dispositivos médicos, técnicas de otimização, estudos de caso e aplicações, entre outros.

Na conferência estão já confirmadas as apresentações de Ian Campbell, da Universidade de Loughborough (Reino Unido), Alberto T. Estevez, da Universidade Internacional da Catalunha (Espanha), Arthur Mamou-Mani, da Universidade de Westminster (Reino Unido), Arash Adel, da Universidade de Michigan (Estados Unidos da América), e José Marcelino, da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa (Portugal). A sessão é moderada por João dos Santos, diretor da ESAD.CR, e Nuno Alves, diretor do CDRSP.

O International Manufacturing Forum Series é um ciclo internacional de conferências virtuais de acesso gratuito promovido pelo CDRSP, que na primeira quinta-feira de cada mês dinamiza uma conferência dedicada a um tópico específico no âmbito da Fabricação, com especial destaque para a temática da Indústria 4.0 e Fabricação Digital. Os interessados em assistir às conferências podem registar-se gratuitamente em https://imfs.ipleiria.pt/, sendo que a iniciativa está também aberta a todos os investigadores que pretendam intervir e apresentar os seus estudos, havendo espaço para 15 contribuições de apresentações em cada sessão.

    Fonte: Midlandcom

No Dia Nacional do Estudante

Batalha apoia estudantes do ensino superior com antecipação do pagamento de bolsas no valor de 33 mil euros

A Câmara Municipal da Batalha procedeu, no Dia Nacional do Estudante, 24 de março, à liquidação antecipada do valor das bolsas de estudo, num total de 66 estudantes que se encontram a frequentar o ensino superior e beneficiam deste apoio orientado para os alunos de famílias em situação de carência económica.

Fundadores do Trio Odemira

Câmara de Odemira aprova “Voto de Pesar pelo falecimento dos músicos Carlos Costa e Júlio Costa

Carlos e Júlio Costa na atuação do Trio Odemira ao vivo

A Câmara Municipal de Odemira presta homenagem a Carlos Costa e Júlio Costa, tendo aprovado um voto de pesar pelo falecimento dos irmãos fundadores do Trio Odemira.

O voto de pesar é resultante da junção dos documentos aprovados, por unanimidade, apresentados pelos eleitos do Partido Socialista e pelos eleitos da Coligação Democrática Unitária, na reunião da Câmara Municipal de Odemira realizada no dia 18 de março de 2021, e que se transcreve:

“Voto de Pesar pelo falecimento dos músicos Carlos Costa e Júlio Costa

Foi com profundo pesar que tomamos conhecimento do falecimento dos músicos Carlos Costa em 8 de março, aos 93 anos e, três dias depois, em 11 de março, aos 85 anos, de Júlio Costa, fundadores e carismáticos intérpretes do famoso Trio Odemira. Fomos surpreendidos com o desaparecimento de dois GRANDES EMBAIXADORES que a Vila de Odemira e o nosso Concelho conheceram.

Os dois irmãos partiram praticamente juntos, como sempre os vimos ao longo de mais de 60 anos de uma carreira musical consagrada, repleta de êxitos e de grande comunhão com o público. Partiu com eles o Trio Odemira e uma harmonia vocal ímpar do meio artístico português.

Deixaram-nos mais pobres, pois estes EMBAIXADORES – o Carlos e o Júlio – levaram aos quatro cantos do mundo as suas/nossas canções sempre em nome de Odemira, bem como a grande obra de Banda Desenhada da autoria do nosso Carlos.

Começaram por se apresentar como Os Dois de Odemira, em 1955, no concurso radiofónico de novos talentos promovido pelo programa “Companheiros da Alegria”, de Igrejas Caeiro. Tornaram-se Trio Odemira com a entrada de José Ribeiro, em 1956, que permaneceu no grupo durante 22 anos.

Gravaram o primeiro LP em 1957 e um ano depois fizeram a primeira digressão mundial. Sucederam-se os discos, os êxitos e as digressões pelo país e o mundo, marcando presença e revisitando mais de 40 países. Apresentaram-se em grandes salas de espectáculos como em festividades populares, e por diversas ocasiões atuaram no nosso concelho.

E se a carreira e o sucesso afastaram os irmãos de Odemira, o seu coração esteve para sempre ligado à terra desde que esta os recebeu em crianças quando a família se estabeleceu na vila, em janeiro de 1943, para instalar uma tipografia e mais tarde lançar o jornal “Odemirense”. Foi em Odemira que aprenderam a cantar a vozes com o grupo Rouxinóis do Mira e fizeram muitas amizades.

Ao longo do seu percurso o Trio Odemira contou com diferentes músicos na sua composição, gravou 122 discos e 1228 canções e participou em mais de 200 momentos televisivos.

As suas belas vozes (o Rouxinol como era conhecido o Júlio) estão em sucessos como Anel de Noivado, Ana Maria, Bom dia Ti Ana Majora, No Reino do Amor, Voltaremos Junto ao Mar, Amor Antigo, Eu sou para Ti, Por Amor, Tempo sem Fim, O Emigrante ou Rio Mira, canções que permanecerão nas vidas de todos nós e perpetuarão a popularidades e talento do Carlos e do Júlio Costa. É infindável descrever as canções por eles cantadas (e por nós) ao seu querido Alentejo – Odemira, que nunca esqueceram.

O Trio Odemira continuará a ser lembrado como um grupo incontornável do panorama musical nacional, como parte do imaginário coletivo de gerações de portugueses e também como embaixador da música portuguesa e de Odemira no Mundo.

Pela sua carreira singular o Trio Odemira foi homenageado por várias ocasiões. O Município de Odemira atribuiu-lhe a Medalha Municipal de Mérito na sessão comemorativa do 25 de Abril de 2008, pelo importante papel desempenhado ao longo de 50 anos de carreira artística, e na divulgação do nome de Odemira no país e no mundo, numa cerimónia que contou com as presenças de Carlos e de Júlio Costa.

Muito mais ainda se pode e deve fazer para homenagear quem levou o nosso Concelho pelo mundo fora e o reconhecimento internacional que teve, sendo que Câmara Municipal de Odemira pretende atribuir o nome de uma Praça ou Rua na Vila de Odemira, deixando assim às gerações vindouras a memória destes grandes mensageiros de Odemira e do Alentejo.

A Câmara Municipal de Odemira manifesta publicamente às famílias e amigos de Carlos Costa e de Júlio Costa as mais sentidas condolências, que alargamos à comunidade odemirense que nutria pelos irmãos Costa um carinho especial. Esta simples homenagem de todos nós, com votos de pesar, é um dever e um reconhecimento dos grandes Amigos que partiram, mas que continuam e continuarão nos nossos corações.

A música, a cultura portuguesa e Odemira ficam mais pobres com as suas partidas! As suas músicas são eternas e continuaremos a ouvi-las no dia-a-dia.

Bem hajam.”

   Fonte: SCI|CMO

 

Cristina Oliveira destaca ‘espírito pró-ativo’ do Município de Pombal

Delegada Regional de Educação do Centro visita obras de remoção de amianto na Escola Gualdim Pais

A Delegada Regional de Educação do Centro destacou o “espírito pró-ativo do Município de Pombal” que tem permitido que o concelho “apresente um conjunto de edifícios muitíssimos bons e de qualidade”. Cristina Oliveira visitou esta quinta-feira, 18 de março, a convite do presidente da Câmara Municipal, as obras de substituição das coberturas em fibrocimento na Escola Gualdim Pais.

Ourém

Centros Escolares Fátima Sul e Atouguia já têm projetos de execução aprovados

O Executivo Municipal de Ourém submeteu os projetos de execução referentes à construção do Centro Escolar Fátima Sul e do Centro Escolar de Atouguia à apreciação da Câmara Municipal, na reunião ordinária de 15 março. Os projetos, que pretendem reforçar e reabilitar as infraestruturas educativas concelhias, foram aprovados por unanimidade e serão candidatados a fundos comunitários que poderão comparticipar até 85% do investimento previsto. O Centro Escolar Fátima Sul resultará da reabilitação e ampliação do Jardim de Infância de Boleiros, conferindo-lhe um carácter unificado e adaptado aos critérios funcionais e de conforto contemporâneos. A intervenção prevista permitirá dotar o edifício de 4 salas de aula dirigidas ao 1º Ciclo do Ensino Básico e 3 salas de atividades afetas ao Pré-escolar, além dos respetivos espaços complementares.

Para garantir um regresso seguro às escolas do concelho

Câmara da Marinha Grande antecipa-se e testa à COVID-19 todos os profissionais de educação

A Câmara Municipal da Marinha Grande informa que, face ao anúncio governamental de quinta-feira à noite, 11 de março,  sobre a abertura dos jardins de infância e escolas do 1º Ciclo, este sábado e domingo, 13 e 14 de março, procederá a testes de despiste da COVID a todos os profissionais da comunidade educativa (auxiliares das escolas, funcionários das cantinas, colaboradores de AAFs e CAFs, professores e educadores) que se estarão em serviço presencial de agora em diante.

Primeiro seminário decorre dia 11 de março, em formato online

Politécnico de Leiria convida nutricionistas para participar em ciclo de seminários sobre a introdução à profissão

Escola Superior de Saúde de Leiria

A Escola Superior de Saúde (ESSLei) do Politécnico de Leiria, através da licenciatura em Dietética e Nutrição, vai promover um ciclo de cinco seminários sobre a introdução à profissão de nutricionista, que contará com a participação de diferentes profissionais nacionais e internacionais, que exercem funções nas diversas áreas de atuação profissional e em instituições distintas. O primeiro seminário, subordinado ao tema “De estudante a nutricionista: a perspetiva de atuais e antigos estudantes”, decorre amanhã, dia 11 de março, entre as 11h00 e as 13h00, em formato online.

Realizada no âmbito da unidade curricular “Introdução à Profissão”, a iniciativa pretende que os estudantes compreendam a profissão do Nutricionista, nomeadamente através do reconhecimento das competências e áreas de atuação profissional.

O primeiro seminário, a decorrer esta quinta-feira, conta com as intervenções de Sara Condinho, estudante do 4.º ano da licenciatura em Dietética e Nutrição da ESSLei, da nutricionista estagiária Inês Bruno, da nutricionista Bruna Silva, e do nutricionista Nuno Santos, investigador no ciTechCare, do Politécnico de Leiria, e docente na ESSLei.

“O papel do nutricionista na nutrição clínica” é a temática abordada no seminário que se realiza no dia 8 de abril, com as participações das nutricionistas Juliana Laureano, do Hospital Santa Maria, Regina Santos, URAP (Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados) ACeS Baixo Vouga, Daniela Canuto*, clínicas privadas e parafarmácias, e Beatriz Pedras, do ginásio DINO’S – Fitness, Saúde e Nutrição.

Segue-se, no dia 15 de abril, o debate em torno do tema “O papel do nutricionista na alimentação coletiva e restauração”, onde vão marcar presença os nutricionistas Manuel Cordeiro, da Gertal, Ana Rita Alter, da Toul – Sociedade Portuguesa de Desidratação, Dália Santos*, da Nutraqual, e a licenciada em Dietética e Nutrição Mariana Domingues, do Four Seasons Hotel Ritz.

O quarto seminário, agendado para o dia 22 de abril, será subordinado ao tema “O nutricionista em novos contextos de trabalho”, tendo como convidados os nutricionistas Patrick Soares*, do Sport Lisboa e Benfica, Raquel Cruz, Gaveta d’Ingredientes, e Maria Gama*, influencer e autora do projeto “poetenalinha.pt”.

“A realidade profissional em diferentes países” é a temática que vai encerrar o ciclo de seminários, no dia 29 de abril, não estando ainda confirmados os intervenientes convidados. O programa do ciclo, e o link para as inscrições nos seminários, estão disponíveis em https://www.ipleiria.pt/esslei/ciclo-de-seminarios-da-unidade-curricular-introducao-a-profissao/.

*Participações aguardam confirmação

    Fonte: Midlandcom

Município de Leiria abre concurso para construção do Centro Escolar dos Marrazes

Sede da Câmara Municipal de Leiria

O Município aprovou, esta terça-feira, dia 2 de março, em reunião de Executivo, a abertura do concurso para a conclusão da construção do Centro Escolar dos Marrazes, com um projeto renovado que passa a oferecer, além de condições de excelência para o ensino, um pavilhão desportivo para toda a população.

O novo procedimento prevê que a empreitada tenha um custo de quase 6,9 milhões de euros e uma duração estimada em 18 meses, resultando de um acordo de revogação de contrato em agosto do ano passado, após a suspensão dos trabalhos em abril de 2018 por incumprimento da anterior empresa de construção.

Neste projecto, para além da correção de anomalias, houve oportunidade para a revisão do projeto inicial, que foi aproveitado para melhorar alguns aspetos, nomeadamente a criação de mais lugares de estacionamento e de zonas para veículos pesados de passageiros.

Com uma área total de intervenção superior a 31 mil metros quadrados, o Centro Escolar dos Marrazes pretende dar resposta às necessidades de oferta educativa ao nível do pré-escolar e do 1.º ciclo nos Marrazes, sendo composto por um bloco destinado a jardins-de-infância, um outro para crianças do ensino básico e o pavilhão desportivo, que estará também ao serviço da comunidade leiriense.

Nesta infraestrutura, passarão a estar integrados os jardins-de-infância de Outeiros da Gândara, Janardo, Bairro das Almuinhas e n.º 2 de Marrazes, além da Escola Básica n.º 2 de Marrazes, num total de cerca de 600 crianças, promovendo-se a articulação de níveis de ensino diferentes, bem como o desenvolvimento de atividades importantes e necessárias à educação e formação dos alunos.

Para o Município de Leiria, esta é uma empreitada prioritária no que se refere ao reordenamento da rede educativa do concelho, já que, apesar dos investimentos efetuados nos últimos dois anos na melhoria das condições das escolas dos Marrazes, irá resolver definitivamente problemas relacionados com o funcionamento de estabelecimentos em instalações provisórias e em mau estado, a sobrelotação e consequente desdobramento de turmas e a existência de crianças em lista de espera.

   Fonte: GRPG|CML

Acordo de colaboração com o Ministério da Educação

Município de Leiria inicia remoção de amianto nas escolas do concelho

Tiveram início na última semana de fevereiro, na Escola Secundária Afonso Lopes Vieira, os trabalhos de remoção de materiais de construção com amianto na sua composição, uma empreitada que prevê intervenção semelhante em outros sete estabelecimentos escolares do concelho. O calendário inclui a realização das obras na EB n.º 2 de Marrazes, EBS Henrique Sommer (Maceira), EB Santa Isabel (Carreira), EB Dr. Correia Alexandre (Caranguejeira), EB Dr. Correia Mateus e EB D. Dinis, por esta ordem, encontrando-se ainda em fase de projeto a intervenção na EB de Santa Catarina da Serra.

Desde março de 2020

Câmara da Marinha Grande disponibiliza mais de 500 tablets e computadores à comunidade escolar

Desde março de 2020, como forma de combate ao insucesso escolar e de apoiar as famílias com maior necessidades no concelho, especialmente nesta época em que os meios tecnológicos mostram ser cada vez mais necessários no contexto educativo, a Câmara Municipal da Marinha Grande distribuiu equipamentos informáticos, como tablets e PCs, pelos três Agrupamentos de Escolas (AE) do concelho da Marinha Grande.

Em novo período de ensino à distância

Município de Leiria reforça Centro de Recursos para a Inovação das Aprendizagens com mais 200 computadores

O Município de Leiria, em articulação com as direções escolares, desenvolveu um projeto de resposta à necessidade de material informático, com a criação de um banco de material informático com computadores e hotspots (acesso à internet) para gestão das necessidades identificadas pelas escolas: Centro de Recursos para a Inovação das Aprendizagens (CRIA), que conta já com meio milhar de equipamentos.

Paulo Batista Santos critica Governo por ter falhado promessa de entrega do material informático

Município da Batalha disponibiliza equipamentos e internet para todos os alunos do concelho

No Concelho da Batalha, o ensino à distância será garantido a todos os alunos, desde o ensino pré-escolar ao secundário, com a entrega de mais uma remessa de 150 computadores, tablets e routers com ligação à distância. Ao todo o Município já disponibilizou mais de 3 centenas e meia de equipamentos, garantindo que todos os alunos que foram identificados com necessidade de apoio e a frequentar o Agrupamento de Escolas da Batalha irão beneficiar de material cedido pela autarquia, num investimento global superior a 50 mil euros.

Lamentando a reduzida resposta por parte do Governo

Município do Cadaval acusa Governo de inação e adquire equipamento para ensino à distância

O Município adquiriu recentemente mais 30 tablets, direcionados aos alunos do escalão A do 1.º Ciclo, no valor aproximado de 3500 euros, e disponibilizou mais 105 acessos de internet, investimento de cerca de seis mil euros, destinados a todos os alunos que manifestaram antecipadamente essa necessidade, tal como aconteceu no passado ano letivo.

Recorde-se que, já em março de 2020, a Câmara havia adquirido 143 tablets, no valor de 18 mil euros, e 100 acessos de internet, no valor de seis mil euros.

“Olive4All” é desenvolvido pelo CiTUR, pela Universidade de Avignon e pela Universidade de Salónica

Projeto transnacional coliderado pelo Politécnico de Leiria vence concurso europeu para estudar o património olivícola

O projeto transnacional “Olive4All – Património da Oliveira para o Desenvolvimento Sustentável: Sensibilização da Comunidade para o Património Vivo”, desenvolvido por um consórcio liderado pela Universidade de Avignon (França), pelo CiTUR – Centro de Investigação, Desenvolvimento e Inovação em Turismo do Politécnico de Leiria, e pela Universidade de Salónica (Grécia), acaba de vencer o concurso europeu “Património Cultural, Identidades e Perspetivas: Responder às Sociedades em Mudança (CHIP)”.

Alunos carenciados recebem refeições em regime de take-away

Câmara da Batalha garante computadores/tablets a todos os alunos para as aulas não presenciais

A Câmara Municipal da Batalha começou esta semana a fornecer diariamente mais de uma centena de refeições em regime de take-away aos alunos do ensino obrigatório e beneficiários da Ação Social Escolar. A autarquia e o agrupamento de escolas da Batalha estão igualmente a preparar o regresso às aulas não presenciais, assegurando equipamentos e acesso à internet por parte de todos os alunos.

Eurodeputada e ex-ministra eleita presidente do Conselho Geral do Politécnico de Coimbra

Maria Manuel Leitão Marques foi eleita, no dia 22 de janeiro, presidente do Conselho Geral do Politécnico de Coimbra. A deputada no Parlamento Europeu eleita pelo PS e ex-ministra da Presidência e da Modernização Administrativa assume este cargo como “um novo desafio” que encara com satisfação.

Presidente da Câmara Municipal de Óbidos defende encerramento temporário das escolas

Começaram a ser testados à Covid-19 esta terça-feira alunos do Agrupamento de Escolas Josefa de Óbidos. Ao todo serão 1300 alunos que farão o teste de forma voluntária e de todos os anos de escolaridade, desde os jardins-de-infância ao 12.º ano. No dia 19 de Janeiro, foi dia dos mais pequenos, que fizeram o teste acompanhados pelos pais.

Município de Azambuja distribui 50 “webcams” pelas escolas do concelho

O Município de Azambuja adquiriu, e já distribuiu, 50 “webcams” destinadas aos vários estabelecimentos de ensino dos três Agrupamentos de Escolas do concelho. O investimento municipal foi de cerca de 1.500 euros, dando cobertura a todos os estabelecimentos de ensino do concelho.

Município de Azambuja investe mais de 91 mil euros em 1258 cadeiras e secretárias para escolas

Todos os estabelecimentos do Ensino Básico do Concelho de Azambuja iniciaram este segundo período com secretárias individuais. O Município investiu uma verba superior a 91 mil euros na aquisição de 1258 mesas novas e igual quantidade de cadeiras.

Centro Escolar de Famalicão está concluído e pronto para receber os alunos

O Centro Escolar de Famalicão está concluído, devendo a sua entrada em funcionamento acontecer em breve.  A empreitada da obra teve o valor de 1.844.734,50€, com a comparticipação de fundos europeus de 1.256.644,69€ e a participação da Câmara com 588.089,81€.

Câmara de Santarém inaugura obras de requalificação da Escola Básica de Gançaria

Inauguração das obras de requalificação da Escola Básica da Gançaria

Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Santarém, Inês Barroso, vice-presidente da autarquia, Joaquim Duarte Aniceto, presidente da Junta de Freguesia de Gançaria e Maria Helena Vieira, diretora do Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques inauguraram, no dia 5 de janeiro, as obras de ampliação da Escola Básica de Gançaria.

Esta intervenção teve como objetivo criar um espaço adequado para os alunos poderem ter uma sala de refeições no seu estabelecimento escolar.

Ricardo Gonçalves referiu que esta era uma obra de extrema importância para a comunidade educativa, pois permite assim que os alunos desfrutem de espaço adequado para tomar as refeições e/ou para desenvolvimento de atividades extracurriculares, que tinham de decorrer numa associação local (próxima, mas fora do espaço escolar).

Novo refeitório

 

Por sua vez, Joaquim Duarte Aniceto expressou a sua felicidade com o facto de ter sido possível realizar a ampliação do edifício escolar, agradecendo todo o apoio da autarquia na obra que há muito era desejada.

    Fonte: IV|GRPC|CMS